fbpx

Estoque

Giro de estoque - como calcular na empresa?

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 10/10/2019
Giro de estoque - como calcular na empresa?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O estoque é, sem sombra de dúvidas, um dos departamentos mais importantes na maioria das empresas que atuam no comércio. Saber gerir o seu estoque é fundamental para negócios pequenos ou grandes. Quando se fala sobre este assunto, uma das necessidades (e dúvidas) está diretamente relacionada com o termo giro de estoque. Você sabe o que é e como calcular?   

Quando um cliente busca por um produto, geralmente, ele quer que a mercadoria esteja disponível para pronta-entrega. Por esse motivo, as empresas sempre precisam ter seus estoques abastecidos e organizados. Problemas no estoque podem resultar em menos vendas, isto é, menos lucratividade.    

Seja em uma grande rede ou pequena loja, boas estratégias de gestão de estoque e uso de ferramentas tecnológicas – como um sistema ERP online grátis – podem evitar a escassez de produtos ou livrar a empresa de ter estoques parados. 

Precisa fazer gestão de estoque? Veja a melhor maneira.

O bom gestor deve saber prever o quanto e quando comprar. Ele precisa também contar com um departamento de vendas atuante, pois a relação estoque-vendas deve ser próxima e harmônica.

O desafio é ter o suficiente para atender as demandas dos clientes com mínimo de perdas e menos tempo de produtos parados, aguardando por vendas que ainda não ocorreram.

Sem dúvidas, fazer tudo isso é uma grande responsabilidade. A má gestão de estoque pode comprometer seriamente a saúde de qualquer negócio.  

O que é giro de estoque? 

Assim como existe o capital de giro, existe o giro de estoque. Ambos são importantes para gestão empresarial

O capital de giro se refere ao valor necessário para manter a empresa em funcionamento. Já o giro de estoque é equacionado a partir da quantidade de mercadorias armazenadas e quantitativo de vendas por um determinado período. 

Em resumo, giro de estoque é a quantidade de vezes o estoque é renovado em um período de tempo definido. Essa renovação representa maior eficiência nas vendas. 

Esse cálculo permite que o responsável pelo controle de estoque tenha acesso aos dados sobre renovação de mercadorias e informações sobre quais produtos estão com pouca, ou sem saída.  

Como calcular o giro de estoque?

A forma de calcular o giro de estoque é realizada de modo prático. Para fazer o cálculo basta somar a quantidade de itens vendidos e dividir pela média de estoque em um determinado período de tempo.  

Para saber qual é a média de estoque é preciso somar o estoque inicial e estoque final e dividir por 2.

A curva ABC é uma metodologia usada mundialmente em estoques de empresas. Além do cálculo do giro de estoque, ela pode ser uma ferramenta auxiliar e utilizada para colaborar com compras e vendas de matérias primas e produtos a serem comercializados.

Aumentar volume de vendas para maior giro

Saber qual o seu giro de estoque de uma empresa é necessário para auxiliar no processo de compras de materiais e produtos, além de ajudar a estabelecer estratégias para estimular vendas. 

É preciso avaliar bem como cada produto é aceito pelo mercado. Para manter a saúde financeira dos negócios cada compra é realizada é relevante.

Além disso, para manter um estoque médio é necessário sempre saber quais os produtos que têm maior saída e saber quais os que passam mais tempo parados em estoque

Não é raro ver empresas fazendo promoções e “queimas” de estoque para renovação dos mesmos. Muitas recorrem aos artifícios da propaganda e ações promocionais apenas quando estão com estoque parado.

O controle de estoque está intimamente relacionado com o setor de vendas e com a lucratividade da empresa. Ele merece especial atenção no processo de gestão empresarial. Por isso, é fundamental evitar falhas e automatizar procedimentos.  

Quando de fala de estoque, as sazonalidades de cada época do ano precisam ser levadas em conta. Ex: há aumento de vendas estimado em datas comemorativas. É preciso ter estoque para o natural crescimento de vendas, assim como é importante estimular as vendas por meio de ações planejadas de marketing. 

Dicas para boa gestão de estoque

Controlar o estoque em uma empresa não significa apenas saber o estoque mínimo e máximo, ou controlar a entrada e saída de mercadorias. 

A boa gestão de estoque controla dados de modo eficaz e os disponibiliza de modo ágil e integrado. 

Para gestão de estoque é preciso planejamento e controle de informações. A falta de controle pode impactar na lucratividade. 

O exagero no estoque significa dinheiro parado. Já a falta de mercadorias, o estoque vazio, significa que o empresário acabou por perder dinheiro e teve impacto negativo nas vendas.  

Por isso, é fundamental controlar o estoque com auxílio das ferramentas tecnológicas que  otimizam tempo e minimizam os riscos de falhas. 

Quer fazer controle de estoque com eficiência no seu negócio? Use um ERP online grátis. 

Conclusões 

Existem vários mecanismos para a gestão eficiente de estoque. Assim como a Curva ABC, inventários, o giro de estoque deve fazer parte da rotina em empresas. Saber calcular e ter estratégias para aumentar vendas é fundamental. Esse trabalho pode ser auxiliado com o uso de um software ERP para gestão empresarial integrada. 

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade