fbpx

Administração

Gestão empresarial - 6 coisas que empresários precisam saber

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 03/10/2019
Gestão empresarial - 6 coisas que empresários precisam saber

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Não é exagero dizer que quem possui uma veia empreendedora sempre sonha em ter seu próprio negócio, sempre busca meios de aprimorá-lo. Muitos conseguem partir do mundo das ideias para a concretização real do sonho, ou projeto. Criar um CNPJ é apenas um dos primeiros passos na caminhada empreendedora. Além disso, são muitos os desafios enfrentados por quem decide empreender no Brasil. Por isso, destacamos neste artigo seis coisas que todos os empresários – sejam gestores de negócios de qualquer área de atuação ou porte – precisam saber para fazer uma gestão empresarial eficiente. 

Desejo de criar, de ter liberdade, de comandar a rotina, manter uma vida financeira estável e bem sucedida. Essas são características comuns entre empresários, ou entre quem pretende abrir seu próprio negócio, mesmo sem ter a certeza de qual modelo de gestão usar.    

Dúvidas e erros são comuns 

Além de sonhos, novos empreendedores descobrem vários tipos de dúvidas na caminhada para fazer sua empresa crescer e se consolidar em um mercado cada vez mais competitivo. 

É comum também ouvirmos a expressão: “é fazendo que se aprende”. Podemos dizer que ela está certa.

Muito se aprende com a prática, mas no mundo dos negócios, a falta de conhecimento – seja ele teórico ou absorvido por meio da experiência – pode resultar em perda de dinheiro. 

Para que isso não ocorra é fundamental para o novo empresário ter um cabedal de conhecimentos teóricos sobre gestão empresarial. É ela que vai permitir o funcionamento correto de toda a empresa. 

Podemos dizer que, além do lado emocional que faz as ideias surgirem e um sonho virar um negócio, necessário o equilíbrio com a presença do lado racional do empresário. É nele que a gestão empresarial deve se apoiar. 

As metodologias corretas precisam ser aplicadas em um negócio para que ele consiga prosperar.

O que é gestão empresarial? 

Podemos definir gestão empresarial como o conjunto de ações e estratégias usadas para administração de uma determinada empresa. 

Seja um negócio pequeno ou uma grande organização, a gestão empresarial eficiente é necessária para que os processos administrativos ocorram de modo satisfatório. 

Boa gestão empresarial pode ser – na verdade, quase sempre é – um fator preponderante na lucratividade da empresa. Ela é fundamental na cadeia de valor de uma empresa. Um ambiente onde a administração é positiva é comum a tomada de decisão ser, quase sempre, assertiva.

Como fazer gestão empresarial eficiente?  

Centralizadora, participativa, focada em processos ou desenvolvimento de pessoas, autocrática ou meritocrática. São muitos os tipos de gestão que o empreendedor pode colocar em prática no ambiente de trabalho.

Confira abaixo (e tome nota) algumas das principais coisas que um empresário precisa conhecer para fazer boa gestão empresarial no seu dia a dia:  

1 – Buscar conhecimento antes de iniciar a gestão empresarial

Antes de abrir um negócio (e também durante seu funcionamento) o empresário e sua equipe devem se reciclar sempre.

Processos de gestão, uso de novas ferramentas, legislação, análise de mercado, formas de divulgação, etc. São muitos os itens necessários para que um empreendimento se mantenha competitivo por bastante tempo. 

E como fazer isso? Há muitas opções de curso – sejam eles pagos ou gratuitos – disponíveis de modo presencial ou por meio de educação a distância, na web. 

Outra opção é a que já está fazendo: ler artigos e conteúdos que agregam conhecimentos sobre a gestão empresarial. Há vários no Blog FoxManager (cadastre seu e-mail e mantenha-se atualizado sobre as postagens).

Não negligenciar esse tópico é importante para minimizar riscos de falhas que, muitas vezes, seriam facilmente evitadas. 

Não é raro ver novos empreendedores que começaram na informalidade e buscaram expandir.

A rotina de trabalho os leva ao desejo de melhorias, mas também aos riscos de dar algum “passo maior que a perna”, como diz o dito popular que significa fazer algo além do alcance.      

Já pensou abrir um negócio sem saber quanto de capital de giro precisa, sem ter um plano de negócios ou saber como calcular o lucro e o preço de produtos? Isso é mais comum do que se imagina. 

Esses fatores, certamente, colaboram para que empresas façam as estatísticas de negócios fechados nos primeiros anos aumentar no Brasil. 

Não quer fazer parte desses números? É melhor planejar (e estudar) bem antes de decidir empreender.    

2 – Metas e planos no papel para boa gestão empresarial 

Citamos acima o termo Plano de Negócios. Ele é um meios de planejar sua empresa. Todo negócio a ser aberto precisa de um. Ele pode ser feito pelo empresário ou por algum especialista.   

Independente do estágio em que se encontra sua empresa, é preciso estabelecer metas e planejar. Sonhar é bom, mas a gestão empresarial eficaz é feita quando se está bem acordado.  

Além do plano de negócios é indicado conhecer sobre planejamento estratégico. Cada ação, valor investido ou que se ganha deve ser anotado, avaliado e previsto dentro da empresa.  

3 – Usar ferramentas de organização gestão 

Para o planejamento estratégico funcionar é necessário o emprego de ferramentas para organização da rotina. 

Podemos citar como algumas das ferramentas: 

  • Análise SWOT;
  • Mapa estratégico BSC;
  • Matriz BCG.  

Além das ferramentas para organizar é possível investir em gestão por resultados, ao invés da gestão baseada em um modelo mais tradicional onde o mais importante é manter uma rotina de horas trabalhadas dentro de um padrão. Em outras palavras, nesse modelo a gestão por resultados foca nas metas e interesse comum de crescimento. 

4 – Estabelecer e rotinas e documentar procedimentos 

A empresa não deve parar caso algum funcionário, ou o próprio dono adoeça, por exemplo. 

Protocolos devem existir para que as funções dentro da organização sejam cumpridas sempre, em caso de substituição, férias, etc.

Utilizar métodos como kanban e PDCA,  podem ser opções válidas.  

Em resumo, se há metas a serem atingidas devem existir métodos para que se alcancem os objetivos estabelecidos. Os métodos devem contemplar procedimentos e protocolos para cada empresa.

5 – Entenda que errar é aprender 

Ajustes são sempre necessários e a falência de um determinado negócio não significa que sua veia empreendedora esteja errada. 

Ao pesquisar sobre a história de donos de grandes empresas é comum descobrir que eles já enfrentaram a falência antes de implantarem um modelo de negócio campeão.   

Seja um protocolo de rotina, produto, tipo de serviço ou marca, sempre haverá mudanças e melhorias.

Tecnologia permite a gestão empresarial por meio da internet com sistema ERP
BigStock Tecnologia permite a gestão empresarial por meio da internet com sistema ERP

As experiências de algum negócio – ou projeto – que não foi bem sucedido servem como lembranças que podem ajudar a melhorar novos empreendimentos.

6 – Tecnologia é fundamental em empresas  

Seja um MEI, ou uma grande empresa, há obrigações referentes aos tributos, leis, contabilidade e outros, que precisam de atenção. 

É até possível emitir uma nota fiscal, por exemplo, sem ter CNPJ. Porém, pense quão mais ágil é o processo com a ajuda da tecnologia. 

Em uma empresa que ignora a tecnologia a gestão de estoque pode ser feita de modo manual, com conferência demorada e sujeita ao risco de erros. 

A contabilidade de um negócio ou os pedidos dos clientes em um restaurante podem ser feitos manualmente, mas o risco de falhas e o tempo empregado certamente serão maiores. 

Recursos humano, marketing, vendas, controle de estoque e material, controle de contas a pagar, contabilidade. A gestão empresarial deve ter tudo sob controle.

Com uso da tecnologia é possível controlar a empresa acessando de qualquer lugar, de modo online, o sistema usado nela.

Para alguns isso pode parecer algo futurista, mas esse tipo de ferramenta existe e é comum nas organizações estabelecidas no mercado em todo mundo.

A tecnologia possibilita a gestão empresarial integrada – todos os setores da empresa conversando entre si – por meio do uso do sistema ERP online grátis.

O sistema ERP permite, entre outras funcionalidades, emissão de notas fiscais, boletos, ordens de serviço, controle de estoque, financeiro, fiscal e contábil. Conheça!

Não importa o porte da empresa, se quer que seu negócio cresça é preciso incluir a tecnologia na rotina. 

Já pensou um Ponto de VendasPDV sem equipamentos ou um produto sem código de barras? Ambos passam a imagem de falta de profissionalismo. 

Investir em tecnologia é parte integrante do seu negócio e deve constar em seu planejamento, desde a concepção da empresa. 

Conclusões sobre gestão empresarial 

Podemos afirmar que abrir e manter um negócio ativo não é das tarefas mais fáceis. O empreendedor precisa juntar conhecimentos, arregaçar as mangas e planejar bem cada passo. Por isso, ele precisa avaliar bem suas metas e rotina, além de contar com a ajuda da tecnologia para administrar melhor seu empreendimento.

Quer melhorar a gestão do seu negócio? Veja como e comece grátis.

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade