Capital de giro para empresas: O que é, como calcular e gerir?

julho 15, 2019

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos com prioridade

Financeiro

O capital de giro garante o pagamento de despesas e a saúde financeira de micro, pequenas ou grandes empresas. Abaixo seguem dicas úteis sobre o assunto imprescindível para quem é empresário, ou pretende se tornar um.

Ao se falar sobre capital de giro é importante entender que – conforme o próprio nome sugere – o termo quer dizer o montante financeiro que pode ser usado de imediato para a cobertura de despesas necessárias para manutenção do funcionamento da empresa. Em resumo, capital de giro é o dinheiro que se tem nas mãos para uso durante o funcionamento cotidiano.

Para se ter uma noção do capital de giro necessário para sua empresa é preciso ter por base a diferença entre o que se tem em caixa e os valores que precisam sair para pagamento de contas e despesas. Mesmo com poucos clientes, há contas e despesas que precisam ser custeadas para que a empresa permaneça de pé. O capital de giro é justamente o dinheiro que vai garantir isso.

O capital de giro abrange também os custos que vão desde o pagamento de tributos até o pagamento de salários, reformas do negócio, compra de estoque, etc. Algumas pessoas o confundem com fluxo de caixa, que se refere a entrada e saída financeira diretamente do caixa empresa.


Dica de gestão

Além de contar com o capital de giro necessário, uma boa gestão empresarial é fundamental para o controle do fluxo de caixa, estoque, contas a pagar e receber, emissão de notas fiscais. A gestão integrada de todos esses itens por meio do sistema ERP é uma das opções que a tecnologia possibilita para ajudar na lucratividade e boa gestão de empresas.

O mais completo ERP online disponível no mercado brasileiro é o FoxManager, que também conta com plano gratuito.


Alerta

Uma má administração do capital de giro pode significar inadimplência e consequentemente a falência de uma empresa. Desse modo, cuide dos gastos que acabam sendo desnecessários para o seu negócio e corte-os, mantendo o fluxo de caixa positivo.

Ter um bom capital de giro é ter um tipo de “reserva” capaz de manter a empresa funcionando por um tempo.

Como calcular o capital de giro?  

De acordo com o Sebrae, há uma espécie de equação para que o empresário consiga calcular o seu capital de giro. A sugestão é fazer a seguinte matemática:

1- Somar todas as contas a receber e valor do que se tem em estoque.
2-  Somar todas as contas a pagar, impostos e despesas.
3 – Subtrair o resultado das duas somatórias.

O valor resultante será equivalente ao capital de giro necessário para sua empresa.

Entrada e saída

Dentro da ideia de capital de giro devemos compreender dois conceitos cruciais: os ativos circulantes e os passivos circulantes. Os ativos circulantes são os valores financeiros que entram como crédito na empresa e os passivos circulantes representam gastos de até um ano na empresa.

Gastos após um ano de empresa são todos convertidos para a categoria não circulante, que inclui imóveis e o patrimônio em geral da empresa. O controle de todos os custos é essencial para que a empresa não sofra com a inadimplência ou baixa de clientes.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Existem vários tipos de Nota Fiscal Eletrônica que podem ser emitidos em empresas
Nota fiscal de entrada: Empresários devem saber o que é e quando emitir

Existem vários tipos de notas fiscais, mas uma delas em específico gera muitas dúvidas ao empresário: a nota fiscal de entrada..

fgts
Dissídio coletivo: Veja como calcular reajustes  

Os empregadores de qualquer empresa têm várias obrigações, garantidas por lei, para com seus empregados. Uma delas é o chamado dissídio coletivo, que garante reajustes nos salários. Para evitar problemas com a Justiça do Trabalho, empresári..


Nota Fiscal: Como emitir sem possuir uma empresa aberta?

Confira alternativas existentes para os profissionais liberais que pretendem emitir nota fiscal para que seus serviços sejam remunerados...

Tags

Facebook Page