fbpx

Finanças

Fluxo de caixa - Qual sua importância na gestão empresarial?

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 02/09/2020
Fluxo de caixa - Qual sua importância na gestão empresarial?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Qualquer empresa precisa de uma boa gestão que a conduza para melhores resultados. Para isso, existem algumas ferramentas que contribuem no controle financeiro, como é o caso do fluxo de caixa.

Se você ainda tem dúvidas sobre o fluxo de caixa, esse instrumento que possibilita acompanhar os valores de entrada e saída de seu negócio, veja este artigo até o fim. 

Aqui mostraremos a importância do fluxo de caixa para o gerenciamento de uma empresa. Boa leitura!

O que é o fluxo de caixa?

Antes de falarmos de sua importância, precisamos entender o que é o fluxo de caixa. 

Ele nada mais é do que uma ferramenta de gestão que identifica as entradas e saídas de dinheiro em uma empresa. Ou seja, funciona como um instrumento para acompanhar a situação financeira em um determinado período.

Para se chegar ao fluxo de caixa é levado em consideração o saldo inicial da empresa, as receitas ou entradas, as despesas ou saídas, e o saldo final. 

DICA: Precisa fazer a gestão financeira de seu negócio? Use um ERP online. Conheça!

Vale ressaltar que toda  e qualquer movimentação de caixa deve ser registrada para demonstrar a real situação financeira do negócio.

Em outras palavras, o fluxo de caixa é uma ferramenta que controla detalhadamente todas as entradas e saídas de dinheiro dentro de determinado período. O ideal é que seja monitorado todos os dias.

O fluxo de caixa funciona como um importante instrumento de averiguação dos compromissos assumidos e o restante que está disponível para investimento.

Importância

Além de acompanhar a movimentação financeira, o fluxo de caixa também contribui no controle da gestão e alocação de recursos. Sem contar que também ajuda na interpretação e gestão de dados financeiros, criação de cenários e planejamento, além de apontar as áreas mais rentáveis da empresa e as que precisam melhorar.

Com o controle do fluxo de caixa, o gestor tem uma visão mais clara e pode prever situações futuras, além de fazer comparações entre o que foi previsto e o que foi efetivamente realizado.

Exemplos

 Confira a seguir uma lista de situações que demonstram a importância da ferramenta.

Análise sobre a saúde financeira

É por meio do fluxo de caixa que o empresário consegue fazer uma análise precisa de como está a saúde financeira de seu empreendimento. E isso tem um peso enorme porque ganhar muito em um dia nem sempre pode representar lucro no período.

Além disso, esta análise do fluxo de caixa revela se a empresa tem ganhado mais do que gasta, ou o contrário, por exemplo. E é por meio desse conhecimento que é possível saber se a maneira que o seu negócio está sendo gerido é ou não rentável. Até porque se o fluxo de caixa estiver negativo, algo está errado.

Controle financeiro

Uma das principais funções do fluxo de caixa é garantir o controle financeiro. Isso porque com uma movimentação correta, a gestão tem total certeza das entradas e saídas no dia a dia da empresa. Sem contar que é possível saber de onde vem cada receita e quais as despesas. 

Com esse controle, é possível que a empresa consiga criar e manter um vasto histórico, o qual poderá ser consultado quando necessário. E quanto mais você conseguir controlar seu negócio, maior será a sua segurança financeira como um todo.

Planejamento

O fluxo de caixa também é uma ferramenta que contribui no planejamento financeiro da empresa para que, no futuro, possa enfrentar qualquer adversidade. Essa suposição pode ocorrer quando é feito uma programação para um trimestre, por exemplo, ao prever uma queda nas entradas por conta da sazonalidade.

Com essas previsões devido à análise do fluxo de caixa, sua empresa conseguirá se planejar e traçar um plano financeiro que possa reduzir os possíveis impactos. Ou seja, os processos terão mais solidez. 

Otimização de custos

Gerenciar corretamente o fluxo de caixa também proporciona que seu negócio identifique em algum setor está consumindo mais recursos do que deveria ou está com gastos desnecessários. Se estiver ocorrendo algum desperdício será possível não apenas identificar, mas também garantir a otimização, com correção dos gastos em evidência. 

Usar um sistema de gestão é necessário nas empresas. Ele ajuda a controlar a gestão financeira e fluxo de caixa
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Usar um sistema de gestão é necessário nas empresas

Com o fluxo de caixa é possível também avaliar o momento certo para fazer novas aquisições, repor estoques e, em alguns casos, investir. Ou seja, permite planejar para que as despesas ocorram ao mesmo tempo que a geração de caixa e, com isso, evite ficar no prejuízo.

Tipos de fluxo  

Projetado

O fluxo de caixa projetado é a forma de como as informações de receitas e despesas são aproveitadas. Como o nome indica, é uma projeção a partir dos lançamentos realizados. Com isso, o gestor pode, além de conhecer a movimentação financeira, também planejar ações futuras com o auxílio dos resultados.  

Há algumas funções do fluxo de caixa projetado. Podemos citar como exemplos: organização ( com projeção de pagamentos e recebimentos), correção (projeta  ajustes para diminuir perdas e sair do prejuízo) e afirmação (projeta investimentos no crescimento e na expansão do negócio).

Uma das maneiras de visualizar o desempenho é por meio dos gráficos. Esses instrumentos analíticos possibilitam fazer a comparação de receitas e despesas em um determinado período e identifica as tendências. 

Livre ou final

O fluxo de caixa livre ou final calcula o quanto é possível gerar capital em curto, médio e longo prazos, indicando o saldo existente na comparação com o chamado fluxo de caixa operacional.

Se o resultado for um balanço positivo, com superávit no período, a estratégia pode considerar ações para aplicar o capital “ocioso”.

Porém,  na situação oposta, será necessário planejar como tirar o negócio do prejuízo.

Eficiente

Para fazer um fluxo de caixa com qualidade, é preciso estar atento alguns procedimentos. Confira a seguir: 

Inventário para informações

O inventário financeiro é o levantamento dos custos fixos e variáveis, receitas em caixa e a receber (parcelas), além dos investimentos e expansões previstas para o período de controle e análise. Para um melhor entendimento, é recomendável organizar sempre todos os dados por categorias como operacionais (dia a dia) e de investimentos (expansão).

Dados atualizados

Como o fluxo de caixa é uma ferramenta que auxilia na gestão, é necessário que tenha dados reais alimentados constantemente.

Entenda, o recomendável é atualizar a cada movimentação feita.

Nesse caso, alguns softwares de gestão dão agilidade nesse processo e permitem um controle maior das informações.

ERP online permite gerir PDV, emitir notas fiscais e boletos, fazer controle fiscal, financeiro, de estoque e contábil em um só sistema? Entenda.  

Periodicidade para análise

Além da alimentação constante, é preciso também a análise dos dados para otimizar o processo e contribuir nas tomadas de decisões corretas. E para esse processo analítico, é preciso estabelecer um acompanhamento periódico dos relatórios de gestão, que podem ser semanais, quinzenais ou mensais. O gestor é quem define a frequência para emissão e análise. 

Apesar da palavra final ser do gestor, alguns especialistas indicam que as análises trimestrais são as mais eficientes para verificar novas possibilidades de investimento, contratações, aumento de salários e até mesmo para definição de estratégias de venda como ações para queima de produtos sem giro no estoque, por exemplo.

Conclusões

Dar a atenção necessária para a gestão dos recursos financeiros é primordial para todo tipo de negócio. Saber o que entra e sai no caixa da empresa, bem como ter capital de giro, é importante em qualquer PDV. Uma boa forma de fazer isso é planejar, organizar e contar com auxílio da tecnologia

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade