fbpx

Tecnologia

Tecnologia nas empresas: gasto ou investimento?

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 28/07/2020
Tecnologia nas empresas: gasto ou investimento?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

É fato que a tecnologia está presente na vida das pessoas físicas e jurídicas. Praticamente todos os processos, de diferentes tipos de organizações, são feitos com auxílio de uma determinada tecnologia. A gestão empresarial moderna é beneficiada pelas opções tecnológicas existentes. Agora, ela é “gasto” ou “investimento” quando se fala do mundo dos negócios?

Neste artigo vamos tirar dúvidas sobre a presença das tecnologias na rotina das empresas. Independente disso, já é possível afirmar: a tecnologia é um investimento primordial para o sucesso e rentabilidade dos negócios atuais.

O que é tecnologia?

No primeiro momento, deduzimos que tecnologia é algo exclusivamente ligado aos computadores. Mas, ela não possui relação só com informática, celulares de última geração, internet e afins.

A tecnologia tem sido utilizada para “atividades meio”, que são as organizacionais, estruturais, de informática, de treinamento, etc. Além disso, designa “atividades fim”, ou seja, produtos, o processo e os equipamentos. 

DICA: Sistema ERP Online tem funcionalidades para todos tipos de empresas. Conheça!

A palavra “tecnologia” vem de duas outras de origem grega: tekhne (técnica, arte, ofício) e logos, (conjunto dos saberes). Em resumo, a tecnologia é um objeto de estudo constante da ciência e da engenharia que envolve vários instrumentos, técnicas e métodos que visam a resolução de situações problemáticas.

O termo “tecnologia” surgiu na revolução industrial, no final do Século XVIII. A partir de então se expandiu para outras áreas. Historicamente, podemos citar a máquina a vapor como uma importante inovação tecnológica do século XVIII, pois com ela foi possível aumentar a escala de produtividade em diversos quesitos na época. 

Mais recente, é comum se associar somente com o setor de serviços e informática. 

Custos e gastos

O custo é o dinheiro que você precisa investir e ter um produto pronto ou prestar um serviço. Ele é necessário para a iniciar ou continuar a movimentação de uma atividade da empresa. 

Entre os valores de custos de produtos ou serviços, podemos considerar os seguintes:matérias-primas aplicadas; fretes pagos sobre o transporte de materiais, matérias-primas e mercadorias para revenda; salários de pessoal diretamente envolvido na produção, na venda ou nos serviços; estoque de produtos e insumos; comissões sobre vendas; encargos sociais, entre outros.

Já as despesas são tudo que a empresa necessita para o seu funcionamento, como compras para as áreas comercial, administrativa, recursos humanos, marketing etc. As despesas não mantém ligação direta com produtos, mercadorias ou serviços. 

A seguir, confira quatro itens que tirarão suas dúvidas para saber se a tecnologia é custo ou investimento. Confira!

Melhoria para os funcionários

Um dos setores que é fundamental e vale a pena investir é ergonomia. Ou seja, tudo que auxilie no bom ambiente de trabalho para o funcionário. Portanto, proporcionar um computador rápido e com todos os aplicativos necessários, uma uma cadeira confortável, um teclado macio, um mouse com boa resolução, por exemplo, ajudarão na execução das tarefas e, com certeza, trará maior produtividade.

Vale lembrar que a antiga visão de que o empregado era apenas uma peça das engrenagens do negócio ficou para trás. Atualmente há, em sua maioria das empresas, a preocupação com seus colaboradores e, assim, evitando uma rotatividade grande no seu quadro de funcionários. 

Não cuidar do ambiente de seus colaboradores pode acarretar financeiramente e na imagem da empresa. Se você pensa em reduzir custos com ergonomia, prepare-se porque você pode ter resultados piores, ou seja, pode trazer prejuízos futuros. 

Busque equilíbrio

Ao proporcionar um ambiente de trabalho para o funcionário, é preciso atentar para o chamado “ponto de equilíbrio”. Isso significa que o gestor precisa investir, mas também evitar desperdício e, consequentemente, gerar gastos desnecessários para a empresa.

Para explicar melhor, é preciso atentar para ter o cuidado e não cair na linha de pensamento de que a melhor opção é a mais cara. É necessário ter a relação entre valor agregado e custo.

É necessário analisar setor por setor com suas necessidades. Um computador de um designer, por exemplo, é diferente do equipamento de uma secretária. 

Investimento pode ser o diferencial

Em muitos casos, ao se pensar em ter mais tecnologia é visto como um gasto para determinadas empresas. Porém, caso seja bem aplicado e com um projeto bem feito, pode se transformar em um investimento e, no caso, passa a ser um valor diferencial. 

A montagem de um projeto bem feito com auxílio da tecnologia pode tornar a empresa o diferencial para os clientes em relação à concorrência. Buscar recursos que reduzam o tempo de entrega de um produto, por exemplo, é uma maneira de deixar o cliente satisfeito. 

Tecnologia x sobrevivência

Investir em tecnologia, em certos casos, se torna um item de sobrevivência. Isso porque atualmente a concorrência é avassaladora. Uma pequena diferença se torna um item para manter ou decretar a falência de sua empresa. 

Mas é preciso ir além de investir apenas nos produtos e serviços da linha atual da empresa. É preciso aplicar recursos em outras áreas de atuação para que, caso passe por uma crise, tenha uma outra saída.

A pandemia do novo coronavírus, por exemplo, fez empresas buscarem atualização para oferecer formas de venda e pagamento online. Isso é possível com investimento em sistemas que permitem fazer e-commerce e ter PDV online, por exemplo.

Gestão integrada com ajuda da tecnologia

Um dos principais exemplos de que vale investir em tecnologia é o uso dos sistemas ERP. Conheça mais sobre ele:

O que é um ERP?

Em resumo, a sigla ERP vem do inglês e significa Enterprise Resource Planning (Sistema de Gestão Empresarial). Esse tipo de tecnologia permite que sejam integrados e otimizados processos dentro das empresas. 

Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Sistema ERP online permite a gestão integrada da empresa; vale conhecer e usar

Entre as funcionalidades de um ERP estão: 

  • Notas Fiscais
  • Ordens de serviços
  • Boletos
  • PDV
  • Conciliação bancária
  • Contabilidade em tempo real
  • CRM
  • Relatórios
  • Controle de estoque

Uma das facilidades do sistema é o fato dele poder ser utilizado de modo online, por empresas de todos os tipos e portes.

Um dos principais sistemas ERP online do mercado é o FoxManager. Ele é dividido em módulos (Loja, Serviços, Fiscal, Financeiro, Contábil, Estoque, etc), que interagem entre si e possuem várias funcionalidades e permite a contabilidade em tempo real. Vale conhecer.

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade