fbpx

Tecnologia

Competitividade passa pela automação empresarial

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 15/07/2020
Competitividade passa pela automação empresarial

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Em tempos difíceis vividos por empresas de todos os portes evitar o desperdício de recursos já é um grande passo. Não há melhor maneira de arrumar a própria casa do que buscar na automação de sua gestão empresarial a chave para manter sua competitividade no mercado.

Não basta apenas vender mais, ter as melhores ofertas de produtos ou serviços, os parceiros certos e uma carteira de clientes fiel. É claro que isso importa, mas na era da informação digital o fiel da balança é mesmo o controle de dados sobre as finanças, contabilidade, estoque, área fiscal e centros de custo.

A automação empresarial é baseada em todos os dados. E dados não mentem!

Possuir o controle de aspectos empresariais em planilhas de excel pode ser um custo benefício barato, contudo, está longe de ser uma vantagem competitiva.

Ainda assim, é necessário cuidado ao adquirir um software de gestão correto para sua empresa. O Blog FoxManager vai te ajudar a não comprar gato por lebre!

O que são softwares de automação

Primeiramente, partindo do pressuposto que você não tenha vivido em uma caverna como um ermitão pelos últimos 20 anos você com certeza já ouviu falar em ERP. Ou ainda, tem até uma vaga ideia do que ele faz pelo que já lhe disseram.

Sim, um ERP promove automação, a integração e a centralização dos processos no dia a dia da gestão da empresa em um banco de dados.

Sistema ERP permite gestão empresarial por meio da automação
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Sistema ERP permite gestão empresarial por meio da automação

Mas sua desconfiança nasce da incapacidade de colocar tudo isso em termos práticos. Por isso vamos lá. A automação na gestão empresarial de um ERP permite possuir dados precisos sobre:

  • O quanto você vende;
  • Qual o custo de produção atual;
  • Quanto você tem no seu estoque;
  • Quanto e quais insumos necessitam de reposição;
  • Matéria prima disponível;
  • O envio de cobranças;
  • A composição de produtos;
  • O recebimento de pagamentos;
  • A emissão de documentos fiscais;
  • Comunicação com clientes e fornecedores;
  • Recursos Humanos;
  • Seu fluxo de caixa.

Melhora da competitividade

Quando seu faturamento é comprometido por conta da crise econômica e você luta para manter tudo funcionando com capital de giro adequado, essa ferramenta parece uma boa maneira de colocar tudo isso em ordem, não?

E é mesmo.

Em outras palavras, a precisão e controle de dados dão ao empresário o que se chama de business intelligence. Com indicadores melhores, aumenta sua capacidade de tomada de decisão em momentos críticos. Ou seja, você não compromete seu julgamento baseado em informação incorreta.

Além disso, aumenta sua competitividade no mercado.

A queda do faturamento reflete a necessidade de racionalização maior de custos e despesas operacionais.

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning

É preciso um cálculo mais preciso durante etapas de processos produtivos para não comprar mais do que deve. Assim o empresário sabe quais os recursos são mais demandados e qual a hora certa de utilizá-los.

A automação permite fazer mais com menos, uma forma mais inteligente de analisar dados financeiros.

No entanto, aposto que você vai retrucar dizendo que é bastante comum: “Ah! Mas eu tenho tudo isso com as fórmulas do excel”.

Ok, é justo.

Ainda assim, você fica dependente de outros dois, quiçá três, programas para cruzar todas as informações para que tudo faça algum sentido.

Ao perder tempo realizando manualmente cada vez a mesma tarefa várias vezes, você acaba perdendo dinheiro fazendo algo parecido como uma gestão financeira.

Não há comparação entre um ERP e outros métodos mais tradicionais de gestão empresarial.

Ferramenta de integração

Toda a sociedade vive a era digital há algumas décadas, mas a eficiência que a tecnologia proporciona ficou mais evidente nos últimos meses.

Sim, o mundo mudou bastante. Foi possível ver a ascensão de modelos de negócios baseados em pouco contato.

Você escolhe algo pelo e-commerce, usa seu cartão de crédito, o banco confirma o pagamento, a empresa busca o produto no estoque, dá baixa no produto, te envia uma uma nota fiscal eletrônica, emite o SPED fiscal para a transportadora e do nada bate à sua porta o entregador com um pacote.

A maior tendência para o futuro dentro do empreendedorismo chama-se Low Touch Economy. A certeza é que você já está inserido nela, mas a pergunta é, enquanto empreendedor, como tirar proveito dela?
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Como criar ou inserir seu negócio na low touch economy?

Deu para perceber que aconteceu muita coisa sem nem o vendedor e comprador trocarem um olhar? Sem nem ouvir a voz um do outro?

Sinal dos tempos!

Mas aí você se pergunta: mas quem permitiu que essa logística toda acontecesse? O ERP!

Ao optar por um sistema de automação de gestão empresarial, o empreendedor tem a possibilidade de integrar todos esses diferentes atores em uma cadeia de acontecimentos tão precisa quanto uma orquestra sinfônica.

Um ERP pode integrar seu site de e-commerce, seu PDV online, seu estoque, sua emissão de notas eletrônicas, o seu banco ou qualquer instituição financeira e empresas terceirizadas.

A gestão empresarial é isso!

Todo esse fluxo operacional é centralizado e separado por módulos, como se fosse uma empresa física.

A indústria 4.0 é uma realidade mais presente do que se imagina. Empresas de tecnologia de sistemas de gestão são as melhores amigas de diversos setores:

  • Atacado;
  • Varejo;
  • Indústria e produção;
  • Locação de bens;
  • Prestadores de serviço;
  • Logística e distribuição;
  • Rede hoteleira;
  • Companhias de turismo;
  • Restaurantes.

Todos esses ramos de atuação são beneficiados ao escolher a automação na gestão empresarial. E há muitos parceiros B2B capazes de suprir a necessidade de competitividade no mercado nesse momento difícil.

A segmentação do mercado de gestão

Se você chegou até aqui e já se convenceu por mudar a forma de administrar sua empresa, é hora de escolher bem qual ERP se encaixa melhor no seu modelo de negócios.

Não é uma tarefa das mais difíceis, há muitas plataformas disponíveis por aí.

Para os mais diferentes segmentos, tamanhos de empresa, propósitos, bolsos e ambições.

Você deve basear sua escolha somente em cima de suas necessidades.

Para microempresários ou do ramo varejista, por exemplo, que não possuem uma demanda operacional muito grande ou complexa, o Bling!, Conta Azul e Gestão Click são ótimas opções.

Se você for do ramo de restaurantes, o Ascom Sistemas pode ser o que você procura.

Para o ramo hoteleiro, você pode experimentar o Hospedin, e se for uma companhia de turismo, o Monde.

O que observar na sua escolha

Existem alguns outros aspectos além da segmentação que devem ser levados em conta antes de optar por um.

Verifique se há a possibilidade de um teste grátis, se há suporte adequado para os usuários, sua praticidade e usabilidade.

Outro ponto importante a ser destacado é o banco de dados da empresa. Busque saber se ela trabalha em nuvem e se o sistema é online ou há a necessidade de instalação em um provedor próprio.

Dê preferência às empresas que possuem cloud computing, isso garante a rapidez e confiabilidade de informações entre o ERP online e os diferentes APIs que ele se conecta para garantir a integração.

Conclusões

Crises são momentos de austeridade, mas não confunda contenção de gastos com deixar de investir onde realmente importa.

O investimento que você faz em uma gestão automatizada garante seu lugar no mercado de forma competitiva.

Enquanto isso o dinheiro investido será amortizado ao longo do tempo.

A escolha equivocada de sistemas integrados do tipo ERP pode ter um efeito danoso.

Se você estiver pensando a longo prazo, no pós crise, ou está inserido em um mercado promissor que não sentiu os efeitos da pandemia, o ideal é apostar em um novo sistema que possa acompanhar gradualmente seu crescimento de maneira sustentável. Pense nisso!

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade