fbpx

Empreendedorismo

MVP: Como desenvolver um Produto Mínimo Viável

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 04/11/2020
MVP: Como desenvolver um Produto Mínimo Viável

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

É possível que no processo de desenvolvimento do negócio, alguns empreendedores tenham ideias em campos variados. Contudo, caso não exista uma base de produto ou serviço, pode ser difícil ter um ponto de partida. Um Minimum Viable Product, MVP na sigla em inglês.

Trabalhar com esta possibilidade em mãos também impede um investimento excessivo sem ter uma perspectiva de retorno em um certo período de tempo.

Pensando nisso, o Blog FoxManager vai contar um pouco sobre o Produto Mínimo Viável, e como desenvolver este que pode ser tão benéfico para a sua empresa.

O que é o Produto Mínimo Viável?

Para que você entenda melhor o valor deste e como ele pode lhe ajudar no seu negócio, é necessário entender a sua definição. 

O MVP, se trata de um método que pode ser utilizado para a realização de alguns testes em produtos antes destes serem lançados. 

Com estes testes, é possível que você consiga visualizar como o mercado se comportará diante desta novidade, para que você saiba como investir e onde investir, sem perder recursos financeiros.

Este tipo de ferramenta é uma miniatura do produto que será colocado no mercado, mas para que a previsão seja feita da melhor forma, é preciso que o protótipo tenha as mesmas funções que o produto real.

O Produto Mínimo Viável permite a criação de protótipos com investimentos racionais antes do lançamento definitivo no mercado
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio O Produto Mínimo Viável permite a criação de protótipos com investimentos racionais antes do lançamento definitivo no mercado

Com este tipo de ferramenta, é possível observar como o mercado se sairá e assim aperfeiçoar o que puder ser melhorado.

Qual as vantagens do MVP?

Para que você tenha vontade de empregar esta ferramenta no seu negócio, é preciso saber das suas vantagens e por que ela favoreceria o seu produto.

Veja algumas das vantagens:

Menos tempo

O mercado gosta de receber novidades, o Produto Mínimo Viávelfaz com que o seu produto possa ser lançado em menor tempo, chegando ao conhecimento de investidores e de clientes de forma mais rápida.

Demanda

Para que um produto seja criado e colocado para vendas, é preciso saber se existe demanda para que o mercado o aceite da melhor maneira. 

O MVP possibilita testar a demanda do produto elaborado, antes que muito dinheiro seja gasto com a criação de produtos efetivos.

Custos

Os custos são uma área interessante para as empresas. O lançamento de protótipos fazem com que o custo de implementação seja menor, economizando bastante.

Menor perda

Quando existe a criação de um produto, é possível que este seja colocado no mercado e não tenha a aceitação que foi imaginada. 

Com o Produto Mínimo Viável, existe uma perda diminuída do capital, tendo em vista que, os protótipos são mais baratos, testam como o mercado se encontra para aquele tipo de produto.

Entretanto, se este não tiver sucesso, a perda será muito menor do que se o produto oficial for colocado nas prateleiras.

Conserto

Alguns produtos, depois de colocados a venda, podem apresentar defeitos ou falhas em seu funcionamento de diversos tipos. 

Com o MVP, se torna palpável o retorno do protótipo para a empresa, para que as falhas sejam corrigidas e uma versão melhor seja entregue para o público.

Análise

Saber como o público se comporta em relação ao lançamento de algo é importante, para que desta maneira seja possível mensurar o quanto este pode gerar de lucro. 

O Produto Mínimo Viável faz com seja praticável acompanhar os consumidores mais de perto, entendendo melhor como estes se comportaram em referência ao que foi lançado.

MVP - É importante analisar a reação do mercado em relação ao seu produto para se orientar quanto a mudanças
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio É importante analisar a reação do mercado em relação ao seu produto para se orientar quanto a mudanças

Existem diversas vantagens e é importante saber quando esse método pode ser utilizado.

Quando o MVP pode ser utilizado?

Normalmente, as startups são relacionadas a estas ferramentas, tendo em vista que este tipo de negócio só é oficializado após a aceitação do público, mas existem vários tipos de empresa que podem utilizar.

Empresas que já estão no mercado

Existem empresas que já estão trilhando a estrado do empreendedorismo a alguns anos, mas por que estas podem ser beneficiadas?

Muitas destas não param de lançar novos produtos, para que estes não sejam um gasto de recursos financeiros, é palpável utilizar o método de Produto Mínimo Viável

Prestadoras de serviços

Falei até agora sobre o uso do método para produtos, mas como utilizá-los para serviços? Através do Produto Mínimo Viável concierge.

Neste tipo de negócio, é possível ouvir sobre o serviço que está ofertando e validar os feedbacks que os clientes são em relação ao que é ofertado.

Precisa fazer gestão fiscal, financeira e contábil em tempo real e integrada? Sistema ERP online FoxManager é a solução!

Isso pode ser feito através de contato com os clientes e da entrega da proposta através da prestação do serviço em si. O mais importante é que esta técnica seja utilizada para uma validação real.

Empresas que passem pro personalização

Existem empresas que, mesmo ofertando produtos, é comum que estes sejam personalizados. 

Utilizar o Produto Mínimo Viável nesta ocasião exige cuidado, mas este pode ser utilizado como base para um produto inicial, que poderá ser alterado de acordo com que o cliente preferir.

Como criar um Produto Mínimo Vaiável?

Existem alguns passos que podem te auxiliar neste processo. Para que você saiba por onde começar, leia um pouco mais abaixo.

Proposta de valor

Para que o seu MVP seja definido, é importante entender por que a sua persona ou público-alvo compraria o que está sendo vendido.

É necessário ter algumas personas para o público alvo do seu produto
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio É necessário ter algumas personas para o público alvo do seu produto

Assim, você pode elaborá-lo a partir do que este oferta, como ele pode melhorar a vida do seu público e por que ele é diferente dos semelhantes que existem no mercado, por exemplo.

Público para o teste

Para que o seu MVP seja avaliado, é preciso que ele tenha contato com um público, para que assim seja julgado.

Entretanto, existe um ponto crucial para que a avaliação oferte uma resposta fidedigna ao produto. É preciso que este seja feito com um público semelhante a persona definida, para que assim os resultados sejam os mais próximos dos reais. 

Análise

Após o teste feito, é preciso que uma análise seja feita, assim é provável de saber se o seu público aprovaria ou não o produto que a sua empresa está produzindo. 

Desta maneira, é muito mais simples de entender como o mercado está disposto para receber o seu produto e como as pessoas que comprariam veem o que foi criado.

Feedbacks

É comum que, algumas pessoas que participaram da formulação do Produto Mínimo Variável tenham opiniões para dar sobre o assunto.

Para que a empresa entenda onde melhorar e saiba o por que isso deve ser feito, é imprescindível escutar o que o seu público tem a dizer, além de colocar em prática o que puder ser colocado.

A ideia central do feedback no MVP é desenvolver um produto o mais próximo possível de atender as expectativas do seu público
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio A ideia central do feedback no MVP é desenvolver um produto o mais próximo possível de atender as expectativas do seu público

Quando existe o feedback, mas a empresa não se preocupa em ouvi-lo, é razoável que o produto não se desenvolva e não tenha uma boa chegada e boa venda no mercado. 

Com a aplicação correta de todas estas etapas, é possível que você tenha noção de como o seu mercado pode aceitar o seu produto e caso isso não ocorra, como você pode ser capaz de consertá-lo.

Como não errar?

Neste processo, é capaz que erros venham a ocorrer, para que você os evite ao máximo, leia a seguir sobre alguns erros que podem ser evitados.

Tamanho do público

Para que você faça o teste do Produto Mínimo Viável é necessário ter um público, evite ter um número muito extenso. 

Desta forma, será mais difícil de mensurar, para obter uma resposta melhor, além de fazer com que a experiência abranja um público que não corresponde ao seu, diminuindo a eficiência.

Feedback

Um grande erro de quem aplica o Produto Mínimo Viável é não ouvir o feedback que o público dá. 

Estas pessoas usariam o seu produto e tem sugestões que realmente são relevantes. Portanto, ouça as críticas e elogios, considere as mudanças e as faça dentro do possível. 

A impressão de ouvir, mas não aproveitar o feedback pode parecer uma boa ideia no momento de correria para lançamento de um projeto, mas pode surtir efeitos sérios futuramente.

Tempo de teste

Para que o seu produto seja avaliado, é necessário que este passe por um tempo de teste, evite um tempo de teste muito extenso.

Com um tempo de teste grande, é possível que os dados não sejam aproveitados e até mesmo que a tendência do mercado mude, fazendo com que o seu produto não seja aproveitado no momento do seu lançamento.

Conclusão

Conversei com você sobre como desenvolver o Produto Mínimo Viável, falando mais a fundo sobre o assunto, mostrando seus benefícios e quais os erros mais comuns que podem dificultar o processo. 

Sua criação pode ser uma grande pedida para quem está abrindo uma empresa agora ou para quem já é do mercado.

Preservar e ser cauteloso com as suas finanças nunca é demais, não é mesmo?

Gostou? Quer ler mais sobre este assunto? Continue acompanhando as postagens do Blog FoxManager.

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade