fbpx

Empreendedorismo

Negócios lucrativos para abrir em 2020; veja sugestões

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 26/12/2019
Negócios lucrativos para abrir em 2020; veja sugestões

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Além de negócios tradicionais, como os do ramo de alimentos e bebidas, a tecnologia aparece com força entre as opções para novos empreendedores que desejam abrir uma empresa ou começar um novo negócio em 2020.

Deste modo, resolvemos elencar algumas das atividades que podem se tornar boas opções para empreender durante o ano de 2020 para ganhar dinheiro. 

Entenda que quem decide abrir o próprio negócio pode fazer o seguinte: buscar entre as opções de ideias de negócios lucrativos, se planejar, buscar conhecimento técnico na área investida e seguir o passo a passo para formalização, ou seja se tornar pessoa jurídica.

Entretanto, não significa que ideias de negócios que não estejam entre as sugestões listadas abaixo não devem ser consideradas boas apostas para empreender neste ano. Afinal, não há “receita de bolo” para um empreendimento de sucesso. 

Além disso, o que o empresário precisa é de muito trabalho e planejamento para fazer boa gestão empresarial e vencer os principais desafios do empreendedorismo no Brasil. 

Planejamento inicial para empreender 

Antes de escolher qual negócio vai decidir empreender, ou antes de formalizar sua empresa e criar seu CNPJ, é preciso fazer um planejamento estratégico. 

Primeiramente, a dica é fazer um bom plano de negócios. Temos um post específico sobre isso no link.  

Entretanto, outro aspecto que é crucial para o sucesso de qualquer negócio é o planejamento financeiro.

Por isso, antes de abrir sua empresa é preciso entender também o que é (e como calcular) capital de giro e fluxo de caixa. Leia mais sobre o assunto neste outro artigo

Já para a abertura de uma empresa investimento é fundamental. Parte dele deve ser destinado para os trâmites legais, como retirada do alvará de funcionamento, licença do Corpo de Bombeiros, entre outras.

Dito isto, vamos seguir com o assunto principal deste post: dicas de negócios lucrativos para 2020. 

Negócios abrir em 2020

Entenda que as dicas aqui levam em conta uma análise do panorama geral dos negócios. 

Então, veja abaixo as principais sugestões de áreas para abrir empresa e investir negócios lucrativos em 2020.

1- Tecnologia 

Cada vez mais em alta, o mercado de startups cresce no país. Boas ideias, profissionais de tecnologia e um bom projeto podem encantar investidores e gerar soluções lucrativas. Entre opções de negócios na área podemos citar as fintechs e startups que desenvolvem aplicativos variados.

O que é fintech

O termo fintech é oriundo do inglês “financial technology”. Em tradução livre, significa a junção de financeiro e tecnologia.

Antes de tudo, a proposta de uma fintech é – primordialmente – otimizar serviços financeiros. Para investir na área é preciso pesquisa e conhecimento técnico na área de tecnologia. Entretanto, o segmento é promissor e tem expectativa de crescimento nos próximos anos. 

Desenvolvimento de aplicativos 

Outra opção na área tecnológica é a criação de sistemas e aplicativos. São vários os investidores que buscam boas ideias para apostar. Certamente, iniciar uma startup que apresente soluções para a vida atual, nas mais variadas áreas, é um boa ideia de negócio para abrir em 2020.  

Startups foram criadas aos montes e já começaram a lançar aplicativos úteis em todo o mundo. Afinal, quem não possui um celular ou computador hoje em dia?

Note que a internet, os smartphones e a tecnologia de modo geral passam a ser cada vez mais buscados de modo amplo. 

Exemplo 

Pode-se citar como exemplo de um o sistema ERP online, que permite a gestão empresarial integrada.

 O software funciona pela internet e pode ser usado por qualquer tipo de empresa. Há até um plano gratuito que possibilita funcionalidades necessárias para qualquer empresário, como a emissão de notas fiscais e controle de estoque por exemplo. Leia mais sobre o ERP online. 

2- Marketing e geração de conteúdos web

Agora, mudando de área, mas ainda abordando sobre algo relacionado com a tecnologia. Podemos citar o marketing como campo promissor entre os negócios em alta . 

Entenda que com o avanço do internet as empresas de hoje precisam ser vistas pelos potenciais consumidores na web. 

Embora muitas empresas pensem e criar os sites institucionais, apenas tê-los disponíveis no universo web não é suficiente para marcar presença no mercado concorrido. 

Clientes estão conectados 

Primeiramente, para que o possível cliente (aquele que tem interesse no tipo de serviço ou produtos que a empresa oferece) encontre e escolha onde comprar, ele pesquisa na internet. 

Neste cenário, o marketing ganhou uma nova roupagem nos últimos anos. Nem sempre a propaganda tradicional é certeza de atração de clientes. Para lucrar, a empresa de hoje precisa das redes sociais, de blogs, de sites, de plataformas digitais. 

Resumindo, a decisão de compra está relacionada com a busca por informações online.

Marketing para web

Neste contexto, as empresas precisam do chamado inbound marketing. Por meio deste ramo do marketing, os negócios conseguem atrair e converter internautas que buscam por assuntos de modo espontâneo, diferente do marketing e propaganda tradicional – com anúncios na TV, rádio, impressos.

Porém, para ter sucesso é preciso empregar um conjunto de estratégias para geração e conversão de leads (esses clientes em potencial que estão navegando pela web). Uma ferramenta útil é o uso de um sistema CRM online. 

Precisando de um CRM online e grátis?

Já para atração é preciso usar estratégias de SEO e marketing de conteúdo.

Principalmente profissionais das áreas de comunicação e marketing, além de interessados que se especializarem nesses temas, podem investir na abertura de um negócio focado neste vasto nicho de mercado atual. Entre as opções correlatas estão:

  • consultoria e gestão de marketing digital; 
  • consultoria e gestão de redes sociais;
  • criação de blogs e sites; 
  • geração de produtos digitais e conteúdo web.

Um dos diferenciais deste tipo de oportunidade de negócio é a possibilidade de atuação remota, ou seja, o trabalho home office. Note que o home office pode ser o modelo adotado por prestadores de serviços, autônomos, profissionais liberais ou empresas. Leia mais sobre o assunto no link

Outro diferencial que pode ser citado é o baixo investimento inicial necessário e, também, o fato de nem sempre se precisar de outras pessoas para começar a atuar. No início, uma empresa pode ser composta por uma única pessoa especializada na área.

3- Empreendimentos de alimentos e bebidas 

Ele quase sempre é uma opção levantada quando se pensa em começar a empreender. 

Podemos citar como opções:

  • bar temático
  • marmitas saudáveis 
  • marmitas para empresas

Entre os assuntos fundamentais para quem deseja abrir um restaurante, lanchonete, bar, pub ou similar, está a ficha técnica para restaurantes. Sem ela é fácil deixar de calcular os custos reais e o preço correto dos pratos. Temos artigos específicos sobre e ficha técnica. 

PDV, gestão de estoque, emissão de notas fiscais, gestão contábil, fiscal e financeira. Tudo isso é possível com uso de um único sistema ERP online. Conheça mais sobre ele!

4- Mercado da Beleza e bem-estar

Salão de beleza, barbearias, fábrica de cosméticos e produtos de beleza. 

Por exemplo, além dos citados acima, um nicho de mercado que tende a crescer é o de cosméticos naturais e artesanais. Sabonetes, xampus, desodorantes e cremes estão entre opções.

Bem com a venda de comidas saudáveis e o crescimento do número de pessoas que deixam de consumir produtos de origem animal, há pessoas que se preocupam com os produtos industrializados que usam no dia a dia. Por isso, os cosméticos são uma boa aposta de negócios para investir em 2020.

Para abrir um empreendimento na área da beleza pode-se pensar primeiro na prestação de serviços de modo individual para depois se abrir uma unidade física, como salão, barbearia etc. Para isso é importante fazer cursos e se profissionalizar. Há opções que duram poucos meses e já capacitam para entrada no mercado.

Entenda também que apostar em nichos é uma boa pedida. Há esmalterias, salões especializados em sobrancelhas, micropigmentação capilar, etc.

5- Turismo

Com a desvalorização do Real frente ao Dólar, o turismo no no Brasil pode se favorecer. 

Por isso, oferecer serviços de turismo receptivo ou uma abrir empresa de viagens é uma opção de negócio para começar nos próximos meses.

Existem franquias especializadas e de custo relativamente baixo disponíveis no mercado. Leia mais sobre franquias no post sobre o assunto. 

6- Serviços e produtos para pets

Outra opção que pode ser considerada tradicional, mas pode ser bem lucrativa é a do mercado pet. Aprender os passos de como abrir um pet shop é opção. Entretanto, há outros tipos de negócios possíveis para quem gosta e tem o sonho de trabalhar com animais. 

Podemos citar como exemplos as clínicas veterinárias e os hoteis para cães e gatos.

Primeiramente, avalie que cada vez mais os animais de estimação são criados como membros da família. Em muitos casos, os tutores não economizam nos mimos e cuidados especiais com seus pets. 

Note que a saúde e bem-estar animal passaram a ser preocupações constantes atualmente. Principalmente para quem vive em grandes centros urbanos.

Então, uma dica é oferecer, além de qualidade nos serviços e produtos, comodidade aos tutores e pets.

Somada a paixão por animais, um bom estudo de mercado, investimento inicial e conhecimento técnico é possível começar um negócio em 2020 na área de pets. 

Em resumo, seja uma clínica veterinária, hotel para pets, petshop, serviço de passeio de cães ou similar, é preciso aliar planejamento e paixão por animais para atuar (e lucrar) no mercado pet. 

7- Produtos artesanais 

Outra opção que pode ser tida como “tradicional”, frente ao relacionado com as novas tecnologias, é a venda de produtos artesanais e personalizados. 

Pode parecer controverso, mas em um mundo cada vez mais conectado, muitas pessoas buscam por produtos exclusivos e criativos. 

O artesanato pode ser uma boa fonte de renda. Além de participar de eventos ou ter uma loja física, o empresário da área precisa investir em um bom site, loja virtual e divulgação nas redes sociais. Ele pode também usar as estratégias citadas no tópico acima sobre o mercado de marketing para atrair clientes. O e-commerce é um caminho lucrativo para destinar produtos artesanais para clientes em todo o mundo. 

Conclusões 

Em resumo, o Brasil tem enfrentado um momento de crise econômica nos últimos anos. Mas, o cenário é de esperança e pode render lucros para quem decide arregaçar as mangas e empreender nos próximos meses. 

É preciso avaliar bem, reunir boas ideias e escolher entre opções de negócios lucrativos para abrir em 2020. 

Porém não basta apostar em negócios em alta para 2020. Somado a vontade de empreender é válido planejamento e investir nas novas tecnologias.  

Agora, se já é empresário ou deseja se tornar um empreendedor de sucesso, acompanhe as dicas de nossos posts no Blog FoxManager. 

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade