fbpx

Empreendedorismo

Franquias: Como são negócios entre franqueador e franqueado

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 25/07/2018
Franquias: Como são negócios entre franqueador e franqueado

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Se você está pensando em começar a empreender e não entende bem o que são franquias, agora é a hora de começar a entender. Elas são modelos de negócios já consolidados. Por isso, são ótimas opções para novos empreendedores que sonham em gerir suas próprias empresas.

Há um grande número de redes de franquias no mercado que podem ser boas opções para investir e iniciar seu negócio de forma já estruturada. Afinal, nem todo novo empresário quer abrir uma empresa e criar um CNPJ “do zero”. Muitos preferem investir em marcas e tipos de serviços já consolidados.

Leia o artigo abaixo para entender melhor como é a relação entre franqueador e franqueado, no universo das franquias.

Vamos entender como funciona?

O que é uma franquia?

Uma franquia é uma empresa ou tipo de negócio onde o modelo em que ela opera é uma cópia de outro já existente. Esse modelo engloba o uso da marca, estrutura física da loja, padrão de atendimento, modelo de gestão, entre outros.

O uso desse modelo é autorizado por alguém que tenha os direitos sobre aquele negócio ou por quem tenha criado o primeiro modelo.

Para ficar mais fácil de você entender, pense que uma franquia significa ter uma licença para usar alguma marca e/ou tecnologia de determinada empresa para fazer a venda de algum produto ou serviço que não pertence e nem foi criado por você, porém em uma unidade própria.

Dessa forma, para você ter uma franquia, você assina um “contrato de franquia”. Nesse contrato o criador ou alguém que tenha direito sobre a empresa cede uma autorização para o funcionamento.

Quais tipos de franquias?

As franquias também se dividem em alguns tipos, por exemplo:

  • – o modelo simples em que o franqueado se torna a cópia da empresa pioneira
  • – o franqueado recebe o título de master em que tem direito de abrir ou terceirizar outras unidades em determinada região
  • – o franqueado já possui um negócio e deseja adaptá-lo a uma determinada franquia
  • – franqueado master que tem a obrigação de gerir todas as unidades de uma região
  • – o franqueado possui um negócio e incorpora uma marca apenas para complementar os produtos já comercializados.
  • – microfranquias que são franquias baratas, que exigem investimento inicial menor, podendo em alguns casos ser no estilo home based, ou seja, o franqueado adquire a franquia para trabalhar no modelo home office.
  • – negócios combinados que funcionam com diversas marcas distintas

As franquias estão presentes nos mais diversos setores, como imobiliárias, alimentação e bebidas, acessórios pessoais e calçados, escola de idiomas, hotelaria, beleza, entre outros.

Todos os anos a ABF– Associação Brasileira de Franchising realiza uma grande feira de franquias , com exposição das mais diversas redes de franquias, o que auxilia na análise das franquias possíveis para se investir.

É a melhor opção?

Para saber se a franquia é a melhor opção, você deve avaliar quais são os pontos positivos e negativos em relação ao negócio e quais são as chances de desenvolvimento na área.

Vale dizer que qualquer negócio pode ou não ser lucrativo e, por isso, é preciso considerar todas as taxas envolvidas, assim como custos gerais e funcionamento da franquia.

Dica importante

Independente do tipo de negócio – franquia ou não – é preciso uma boa administração para garantir sucesso.

A tecnologia do sistema ERP online gratuito pode ajudar na gestão integrada da sua empresa. Leia mais sobre o assunto.

O que é  Franqueado?

O franqueado é aquele que vai investir seus recursos financeiros para abrir uma unidade de negócio e que vai manter o funcionamento de acordo com normas e padrões estipulados conforme modelo já existente.

Antes de decidir por determinada franquia, é essencial se informar a respeito dela. Entre as informações importantes estão:

  • Quantas unidades fazem parte da rede;
  • Se já houve falência em alguma unidade;
  • Quais as taxas de franquia;
  • Margem de lucro;
  • Duração do contrato entre franqueado e franqueador;
  • Forma de divulgação dos produtos;
  • Se haverá ajuda direta;
  • Tipo de tecnologia utilizada na empresa;
  • Se treinamento interno sobre gestão faz parte do contrato.

Esses são os principais dados necessários para garantir o bom andamento do negócio e o rápido retorno do investimento.

Franquia são boas opções de novos negócios para empresários
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Franquia são boas opções de novos negócios para empresários

Ao assinar o contrato de franquia, ele deve seguir todas as orientações fornecidas para formato de loja, localização, atendimento, quem serão os fornecedores diretos, valores de venda, entre outros fatores.

Assim, o franqueado lida com todas as despesas daquele negócio e opera de acordo com a gestão da empresa padrão.

Isso inclui a aquisição de produtos, pagamentos de salários, aluguéis, manutenções, licenças de sistemas, materias de informática e eletrônicos e qualquer outra despesa necessária para o funcionamento pleno daquela franquia.

Seguindo essa linha, é de responsabilidade do franqueado fornecer as informações necessárias para que o franqueador saiba sobre o bom funcionamento do negócio ou tenha acesso a qualquer problema. O franqueado deve observar se os padrões e normas estão sendo seguidos e ter o cuidado de manter a imagem daquela empresa.

O franqueado precisa garantir que sua unidade tenha a fluidez exigida para conseguir usufruir dos bons resultados que a franquia pode oferecer.

O que é Franqueador?

O franqueador deve desenvolver o negócio a ser franqueado e testar o modelo na prática.

Isso significa que o franqueador deve instalar, operar e gerir unidades-piloto da empresa e também estabelecer regras e normas gerais, políticas de funcionamento, padrões que devem ser seguidos e o processo de implantação e gestão das franquias.

A seleção e capacitação de novos franqueados para a expansão da empresa é feita pelo franqueador.

De forma bem simples, o franqueador tem papel fundamental no desenvolvimento e continuidade das franquias, treinando, monitorando e supervisionando como está o andamento dessas unidades.

Franquias
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Franquias são opções de negócios para novos empresários

Um outro papel fundamental do franqueador é fornecer meios, como convenções e encontros, para aprimorar a gestão.

Relação

A relação entre franqueado e franqueador pode ser considerada como de extrema importância para o bom andamento do negócio e, por isso, dá para entender porque diversas franquias demoram algum tempo para terem contratos assinados.

O franqueador tem como benefício ter a expansão do seu negócio acelerada, visto que os investimentos para novas unidades são feitos pelos franqueados, tornando a imagem da empresa reforçada, e podendo fazer ações amplificadas de publicidade.

Há também o recebimento das taxas iniciais de novas franquias, dos royalties, que é uma porcentagem do lucro recebido periodicamente dos franqueados, de publicidade, e em alguns casos de licenciamento de sistemas e aluguel de equipamentos.

Conclusões sobre as franquias

Agora que você já sabe como funciona uma franquia e os papéis do franqueador e dos franqueados para o sucesso do negócio, você pode analisar se essa é a melhor opção de empresa para o seu investimento.

Dessa forma, você pode começar seu negócio com uma marca já conhecida por seu público, e com toda a estrutura física e de gestão previamente configuradas, tornando o caminho um pouco mais fácil que partir do zero e com menos riscos.

Então, pare de perder tempo e comece agora a pesquisar qual vai ser o seu novo negócio.

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade