Empreendedorismo

Plano de negócios: crie um para sua empresa

Plano de negócios: crie um para sua empresa

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Criar uma nova empresa ou ampliar uma que já existe é, para muitos, transformar sonhos em realidade. Para a concretização de boas ideias, o empresário precisa de algo imprescindível para que o seu negócio consiga se manter no mercado e crescer: planejamento. Uma ferramenta fundamental para isso é o Plano de Negócios.

Quem monta uma empresa do zero  precisa se preocupar com vários itens necessários para sua formalização. São documentos requeridos para o funcionamento, alvará, licenças e outros, a depender do ramo de atuação pretendido.

Além disso, outras preocupações são com recursos, sejam eles humanos, financeiros, etc., que podem ser um fator de risco para a empresa.

Por outro lado, quem pretende expandir um empreendimento tem várias atribuições relacionadas como a gestão empresarial, carga tributária, controle de estoque e atração de novos clientes.

Para orquestrar ambas operações, o Plano de Negócios se torna um tipo de documento que pode ser considerado o primeiro passo e quase que obrigatório nos dois casos.


Após a criação do Plano de Negócios e abertura da empresa, é importante buscar mecanismos tecnológicos para gestão consciente e planejada. Boas estratégias empresariais garantem aumento de lucros.

Uma ferramenta eficaz é a gestão integrada e em tempo real por meio do ERP (Entreprise Resource Planning). O FoxManager é o mais completo dos ERPs disponíveis no mercado brasileiro. 


O que é o Plano de Negócios?

O Plano de Negócios é um documento que contém todos os detalhes de seu empreendimento. Ele deve conter informações como o objetivo do negócio, retrato do mercado, informações sobre o público-alvo, modelo de negócio, dados sobre o seu produto ou serviço.

Além disso, é no plano de negócios que o empreendedor deve incluir os potenciais riscos para o empreendimento. Dessa forma, pode incluir o planejamento para mitigar estes riscos ou mesmo um plano de ação caso esses riscos ocorram.

Também é no plano de negócios que é especificado o planejamento para atingir os objetivos traçados para a sua empresa.

Ter esse documento não é garantia de que o negócio tenha sucesso ou que os riscos planejados não ocorram. No entanto, torna-se muito mais fácil ter uma visão clara do que é o empreendimento e quais são os fatores que podem afetá-lo negativamente. Ter esse conhecimento possibilita que medidas de ação sejam planejadas e tomadas com antecedência, aumentando as chances de sucesso.

E lembre-se sempre que seu sucesso só depende de você.

Plano de Negócios serve para

  • Definição de objetivos/diretrizes da empresa;
  • Definição de público-alvo;
  • Auxiliar na definição de metas;
  • Auxiliar na captação de recursos financeiros, humanos e possíveis parcerias;
  • Diminuir riscos para a empresa.

Dicas para Plano de Negócios

Defina o seu ramo de atividade

Ninguém melhor que você para dizer qual é seu ramo de atividade, certo? Porém, ter essa informação no Plano de Negócios muito bem especificada e bem definida permite que você mantenha o foco no seu negócio.

Além disso, o Plano de Negócios deve ser utilizado também por outras pessoas, sejam investidores, parceiros ou mesmo funcionários. E é necessário que esteja bem claro qual é o tipo de atividade desenvolvida. Isso evita que ocorram conflitos no entendimento entre os envolvidos no negócio, ou ainda para que não se perca investidores por falta de compreensão do empreendimento.

Conhecimento de Mercado

Quem abre um negócio o faz pensando em atender a uma demanda do mercado. Portanto, quanto maior o conhecimento sobre o mercado, melhor elaborado será o Plano de Negócios.

Para isso, é importante que se realize antes uma pesquisa de mercado muito bem aprofundada.

Essa informação permite também que se elabore estratégias voltadas especificamente para as necessidades do mercado visado, aumentando as chances de que essas ações sejam realmente efetivas e atinjam o objetivo proposto.

Outra informação que não pode faltar no Plano de Negócios, referente ao mercado, é a concorrência. Abrir um negócio sem conhecer a concorrência é arriscado e imprudente. É através dessa informação que você irá se posicionar no mercado e poder trabalhar vantagens competitivas.

Além disso, para empreendedores que estão iniciando no ramo, vale a pena ter a visão de como a concorrência trabalha. Isso pode fornecer dados que permitam o início do negócio sem que hajam perdas econômicas ou, ainda, que você se posicione muito acima do praticado no mercado.

Outrossim, é importante ter mapeado o público-alvo do seu empreendimento. As pessoas são, essencialmente, aquelas para quem você estará trabalhando. Investir em boas relações e em serviços personalizados para cada cliente é uma abordagem que muitas empresas estão utilizando com sucesso.

Uma boa dica para fazer o mapeamento seu público-alvo e ter em mente exatamente o tipo de cliente deseja atingir, é a criação de Personas. Consiste em criar um protótipo de cliente que você considera como sendo o ideal, incluindo características pessoais, profissionais, etc. para que você e os envolvidos no projeto tenham uma visão clara e concreta de quem é a pessoa que vocês desejam atingir com seu negócio.

Objetividade

O Plano de Negócios é um documento que será constantemente consultado. Não só por você, mas por seus funcionários, parceiros e possíveis investidores.

Dessa forma, é imperativo que o projeto seja muito claro e bastante objetivo. Facilitando não somente a sua compreensão por terceiros, como também tornará bem mais propícia a aplicação da estratégia traçada.

Definição de Negócio e Diferencial Competitivo

Tenha claramente definido o que é o seu negócio e quais os seus diferenciais competitivos. Essa informação será crucial no momento de se posicionar frente à concorrência e ainda auxiliará a elaborar a visão que o seu público-alvo terá de seus produtos ou serviços.

Profissionalismo

Tenha em mente que o Plano de Negócios será um documento que não somente estará disponível para outras pessoas, como também será um instrumento muito utilizado para a construção de parceirias. Portanto, é de alta importância que este documento transmita profissionalismo para quem o consulta. Isso irá construir uma imagem de seriedade e irá aumentar a credibilidade do seu negócio e da ideia proposta.

Procure conhecimento ou profissionais especializados que possam auxiliar na elaboração do projeto

É perfeitamente compreensível se você tiver dificuldade para elaborar o seu Plano de Negócios. Afinal, a depender do seu ramo de atuação, atividades gerenciais podem estar completamente fora daquelas nas quais você possui expertise.

Dessa forma, caso você encontra dificuldade para elaborar o Plano de Negócios, algo que você pode fazer é contratar um profissional especializado em criar documentos como este.

Existem no mercado diversas opções para conseguir essa mão-de-obra. Podem ser empresas terceirizadas especialistas em gestão ou mesmo profissinais autônomos que podem ser contratados como prestadores de serviços.

Revisão constante

Lembre-se que o mercado  não é estático. E dependendo da evolução do seu negócio, novas oportunidades podem surgir ou ainda novas dificuldades.

Dessa forma, tenha em mente que o Plano de negócios é um documento que precisa ser constantemente revisado. Caso seja necessário, alterações podem ser feitas ou adicionadas, de forma que retratem da melhor forma seu negócio e seus objetivos.

Além disso, você pode criar novos planejamentos, estratégias e traçar objetivos diferentes de acordo com o seu crescimento. Portanto, consulte sempre o Plano de Negócios para garantir que ele continue se adequando ao seu propósito. Afinal, é ele que contem as diretrizes que guiam sua empresa.

simples nacional

Tópicos do Plano de Negócios

O Sebrae criou uma cartilha sobre o tema que está disponível na internet e ajuda o empresário a criar um plano de negócios passo-a-passo. Ainda de acordo com a publicação, um bom Plano de Negócios precisa ter alguns tópicos essenciais. São eles:

1. Sumário executivo

O Sumário executivo é uma espécie de resumo do plano. Nele encontram-se informações básicas sobre o negócio, dados dos empreendedores, dados do empreendimento, etc..

Além disso,  o Sumário Executivo também deve trazer em seu conteúdo a Missão da Empresa, ramo de atividade e outras informações legais, tais como enquadramento jurídico, tributário, capital social, recursos.

A ideia principal é permitir que através da leitura do Sumário Executivo, seja possível compreender do que se trata seu empreendimento e as principais informações sobre ele.

É importante também, que se inclua informações sobre as experiências profissionais e a expertise dos empreendedores, isso irá gerar confiabilidade para o projeto.

2. Análise de mercado

Conforme já explicamos anteriormente, antes de iniciar um negócio é crucial conhecer o mercado onde se está inserindo.

Dessa forma, é necessário criar este tópico no plano de negócios que irá conter o estudo sobre a realidade do público-alvo, concorrentes, fornecedores.

Atenção! Esta é uma das etapas principais do projeto, pois guiará os objetivos e o sucesso do seu empreendimento. Tenha um planejamento bem elaborado para fazer o estudo de mercado. Afinal, quando criamos um produto ou solução estamos pensando em atender a um mercado específico.

3. Plano de Marketing

No Plano de Marketing serão definidos os produtos ou serviços a serem oferecidos. É onde constará  os preços, estratégias de divulgação, formas de comercialização, localização do negócio, etc..

Além disso, neste ponto é que será definido o valor do produto, ou seja, o que torna seu produto atrativo para os clientes e o que o diferencia dos demais do mercado.

Outro ponto importante do Plano de Marketing diz respeito a forma de veiculação do seu produto. Ou seja, se ele será divulgado por meio de propagandas televisivas, catálogos, amostras grátis.

É interessante sempre ficar atento à tendências do mercado e movimentação da corrência. Como por exemplo, o emprego do Marketing Digital, que tem substituído vários meios de veiculação, gerando aumentos significativos de lucro.

Além dessas informação, não esqueça de incluir as informações sobre como seus produtos serão ofertados e a estrutura necessária para que isso ocorra. Isto é, se suas vendas serão em shoppings, feiras, em um local próprio ou mesmo se será realizada através de e-commerce.

4. Plano operacional

O Plano Operacional tem por objetivo definir exatamente como seu empreendimento irá trabalhar.

Isso inclui informações sobre o arranjo físico do local, processos operacionais da empresa e distribuição de pessoas.

Também no plano operacional será descrito qual será a capacidade produtiva. Dessa forma, será possível ter planejamento das demandas que você conseguirá atender e até permitirá trabalhar em projeções de crescimento.

5. Plano financeiro

Neste ponto, será determinado a estimativa de investimentos para que a empresa comece suas atividades. Além disso, também devem ser incluidos no Plano Financeiro: faturamento, custos, capital de giro. etc..

Também é interessante ter definidos os investimentos com bens, materiais e equipamentos.

Além disso, é no Plano Financeiro que será detalhado o faturamento da empresa, afinal esse é o principal interesse ao se criar um negócio.

6. Construção de cenários

Nesta etapa você deverá definir ações para estimar como a empresa deve reagir em caso de cenários adversos. Isso auxiliará tanto na definição das possíveis dificuldades que a empresa enfrentará, como também proverá medidas que possam ser rapidamente empregadas na ocorrência de um risco.

7. Análise estratégica

Na análise estratégica você irá traçar um método que o auxiliará a definir os pontos fortes e os pontos sensíveis do seu negócio. Para isso, pode-se utilizar a da matriz FOFA: Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças. Este instrumento os ajudará a organizar os principais pontos e estabelecer planos de ação para potencializar os pontos positivos ou mitigar os pontos negativos.

Gostou do texto de hoje? Continue acompanhando o blog FoxManager e se mantenha sempre atualizado das novidades no mundo corporativo.

Entre também em contato conosco através das nossas mídias sociais. Até a nossa próxima conversa!

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade