fbpx

Tecnologia

Nova versão de APP para MEI permite consultas e emissão de DAS

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 07/02/2020
Nova versão de APP para MEI permite consultas e emissão de DAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Mesmo sendo um Microempreendedor Individual (MEI) é possível utilizar a tecnologia no cotidiano do seu negócio. O uso de APP para MEI ou sistemas de gestão empresarial também é indicado para quem possui CNPJ enquadrado nesta modalidade. Por isso, a Receita Federal atualizou, recentemente, o APP para MEI. Ele permite consultas de informações e emissão de DAS.  

Entretanto, antes de se aprofundar no quesito tecnologia, podemos abordar – resumidamente – sobre o que é e quais as características do MEI.

Simplificar a vida do Microempresário 

Entenda, primeiramente, que o MEI surgiu como uma forma de simplificação para quem precisava atuar formalmente como empresário. Por isso, quem se encaixa no MEI pode ficar isento de tributos federais como IRPJ, PIS, Cofins, IPI e CSLL. 

Sendo assim, muitos tipos de profissionais e prestadores de serviços decidem constituir um CNPJ de MEI para poder atuar legalmente. Com isso, eles podem emitir notas fiscais, participar de licitações, etc.  

Atenção! Precisa emitir notas fiscais, ordens de serviço e boletos. Veja como fazer grátis!

Entretanto, as vantagens para este tipo de empresa também estão presentes no seu processo de abertura.

Como abrir empresa MEI?

Da mesma forma, note que a abertura de uma empresa MEI pode ocorrer de modo bem simples, por meio do Portal do Empreendedor. 

Requisitos para MEI

Entretanto, o Microempreendedor Individual tem que possuir faturamento de até R$ 81 mil por ano. Além disso, ele necessita estar enquadrado no perfil dos exercícios profissionais descritos pelo programa MEI, de acordo com a lista de atividades permitidas.  

Por isso, mesmo sendo um procedimento que pode ser realizado pela web, um contador especializado em abertura de empresas pode ser contratado para criar o seu CNPJ

Recentemente, ocorreram mudanças na legislação (Lei de Liberdade Econômica) que retirou a obrigatoriedade de alvará de funcionamento de alguns tipos de negócios. Vale se atualizar. 

Tecnologia para MEI

Nesta semana, a Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB) disponibilizou uma nova versão do APP MEI na loja do Governo do Brasil (Gov.br).  Além disso, outra nova versão do aplicativo, na qual será possível a transmissão da Declaração Anual Simplificada para o MEI (DASN-Simei), deve ser disponibilizada posteriormente. 

De acordo com informações da Receita, a nova versão do App MEI, que pode ser acessado em dispositivos móveis, como tablets e smartphones, permite:

1) Gerar e emitir o Documento de Arrecadação do Simples Nacional – DAS para pagamento (nos meses em que a situação estiver devedora ou a vencer).

2) Consultar informações sobre:

  • CNPJ (nome, situação, natureza jurídica e endereço);
  • – situação e períodos de opção pelo Simples Nacional/SIMEI;
  • – situação mensal dos débitos tributários.

3) Obter informações gerais sobre MEI (conceitos, formalização e obrigações acessórias).

Deste modo, o app MEI está disponível para download nas lojas de aplicativos. O Google play, para o sistema operacional Android, ou Apple Store, para o sistema operacional iOS.

Além de aplicativo para MEI

Conforme já foi citado antes, não é por ser MEI que não se pode – ou deve – manter procedimentos diferentes aos utilizados na gestão empresarial de grandes negócios. Por exemplo, os contadores podem auxiliar quem é MEI.

Já a tecnologia, além do aplicativo citado, tem opções que podem fazer o empreendimento crescer. Há empresários que começam a empreender na modalidade MEI e conseguem crescer, mesmo tendo que mudar de enquadramento. 

ERP é opção

Por isso, uma das formas de – mesmo começando pequeno – já gerir o negócio como “gente grande” é adotar a utilização de um sistema ERP

Sem dúvidas, entender um pouco mais sobre a tecnologia pode ajudar o seu negócio a crescer. Compreenda que o uso de um ERP permite diversas funcionalidades. Tais como: emissão de notas, boletos, ordens de serviço, gestão de estoque, contábil, fiscal e financeira. 

Embora pareça complicado, tudo isso pode ser feito em um único sistema, de modo online e grátis

Em resumo, empresários – mesmo os de primeira viagem – precisam adotar a tecnologia como prática na gestão de seus negócios. Por isso, veja outros assuntos sobre o tema em nosso blog! 

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade