fbpx

Empreendedorismo

Precificação: Dicas Para Definir o Preço de Seus Produtos

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 29/12/2020
Precificação: Dicas Para Definir o Preço de Seus Produtos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

As pessoas abrem seus negócios na esperança de oferecer bons produtos e serviços, tendo em troca o pagamento justo por cada um, seguindo, geralmente, um preço preestabelecido.

O preço pode vir de fábrica, mas tem a possibilidade de ser reformulado pelo lojista, por exemplo, para se adaptar melhor à sua realidade. Mas uma pergunta bastante feita neste momento é a seguinte: Como precificar os produtos?

Para auxiliar nessa dúvida, no texto de hoje conversaremos sobre como realizar a precificação e o que levar em consideração antes de colocar preços no seu produto.

O que é a precificação?

Há diversos fatores a considerar para realizar o cálculo de precificação.
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Há diversos fatores a considerar para realizar o cálculo de precificação.

A precificação se trata de uma estratégia utilizada pelas empresas para a determinação dos preços estabelecidos para os produtos ou serviços ofertados.

É um processo de extrema necessidade e importância, pois é através dele que um empreendedor consegue estabelecer um ponto de equilíbrio entre os lucros desejados, os custos da empresa e preços atrativos para os consumidores.

O que deve ser levado em conta?

Antes de determinar a precificação dos produtos, existem alguns pontos críticos que o lojista deve levar em consideração, como as despesas fixas da empresa, por exemplo. Do contrário, os lucros podem não ser significativos ou mesmo gerar prejuízos para o empreendedor.

Saiba o valor real do produto

Um produto pode chegar para você com determinado valor, mas é importante que você saiba o valor real do custo de produção deste produto. Dessa forma, você tem uma base real a partir da qual determinar o preço de venda deste item. 

Saiba o valor real dos produtos antes de realizar a precificação
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Saiba o valor real dos produtos antes de realizar a precificação.

Margem de lucro 

Uma empresa, por mais que vise servir o melhor para o cliente, necessita ter uma boa margem de lucro, para se manter funcionando, pagar salários dos seus trabalhadores e suas despesas por exemplo.

A margem  de lucro deve ser um valor que faz com que as despesas da empresa possam ser pagas, sem que o preço se torne exorbitantemente alto, deixando de atrair clientes.

Concorrência 

Uma das estratégias de precificação conhecidas é basear-se na concorrência. Como em qualquer área, um negócio que seja aberto atualmente enfrentará a concorrência e ela pode te auxiliar no processo de precificação. 

Esse método se baseia em observar os preços praticados pela concorrência e utilizá-los como base. Essa prática é uma boa escolha quando o empreendedor  não possui referências muito claras para o estabelecimento do valor dos produtos. 

No entanto, pequenas empresas podem encontrar dificuldades se utilizarem como base grandes organizações, pois estas últimas podem conseguir preços mais vantajosos quando trabalham com quantidades mais representativas. Outro fator a ser levado em consideração é a possibilidade de ofertar serviços diferentes da concorrência, pois estes devem ser incluídos no cálculo de preços.

Ainda assim, observar os valores praticados na concorrência é uma estratégia válida, pois auxilia a sua empresa a colocar um valor condizente com o mercado e ainda permite uma boa margem de lucro. 

Aspectos internos

A empresa, para que mantenha a saúde financeira, deve levar em consideração os aspectos internos no momento de calcular a precificação dos produtos. 

Estes aspectos são as despesas da empresa, tanto os custos fixos quanto os variáveis, que quando calculados, devem estar dentro do valor que possa ser coberto pelos produtos ou serviços ofertados. Eles incluem inclusive os gastos com funcionários, manutenção e serviços ofertados.

Aspectos externos

Os aspectos externos se tratam das condições do mercado, que devem ser levadas em conta para que o empreendedor possa não somente aproveitar possíveis vantagens, como também poder realizar previsões e planejamento para épocas ou situações menos favoráveis. 

Por exemplo: seu produto é sazonal? Qual valor empresas da mesma área têm cobrado por ele? A sua empresa pode cobrar o mesmo valor? Há possibilidade de explorar feriados e datas comemorativas para impulsionar as vendas do produto? 

Estas e outras informações podem ser utilizadas para criar estratégias de venda, lançar promoções e até mesmo criar reservas para períodos de menor lucratividade.

Além disso, é preciso considerar dentro deste tópico também a percepção de valor que seus clientes possuem do seu produto. Por exemplo, se seu produto é de marca, se é uma marca mais vendida ou menos popular e até mesmo o tempo de mercado da empresa. Isso irá ajudar a definir um preço que seja condizente com o valor adequado do seu produto de acordo com o que é esperado no mercado.

Regime tributário

Para que você tenha um produto que respeite as cargas tributárias e que mesmo com o pagamento destas, não te deixe no prejuízo, é preciso consultar um contador, para que assim esta parte seja feita da melhor maneira. 

Com este cálculo o seu produto pagará as taxas e alíquotas que são necessárias para a sua venda de forma correta, sem que haja irregularidades ligadas a impostos e contribuições necessárias e ainda obtenha lucros adequados. 

Revisão de valor

É possível que em determinado espaço de tempo o valor do seu produto e serviço varie. Isso ocorre graças a mudança econômica constante do mercado e graças a variação de datas. 

Por exemplo,os produtos sazonais, já mencionados, como panetones, que podem ser vendidos o ano inteiro em supermercados e padarias, mas a sua época de maior alta são nas festas de fim de ano. Sendo esta época um período adequado para a revisão de valores.

Além disso, outros fatores que podem impactar nos preços são possíveis oscilações na economia, como por exemplo, encarecimento de matérias-primas, crescimento repentino de demanda e outros. Por isso, a revisão de preços é uma prática que pode e deve ser utilizada sempre consoante à dinâmica do mercado, para que o empreendedor não tenha perdas econômicas e também possa aproveitar momentos propícios para o aumento de lucro.

Como calcular a sua precificação?

Como calcular a precificação corretamente?
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Como calcular a precificação corretamente?

Para que você defina o preço adequado para cada produto e serviço, é preciso fazer alguns cálculos que te ajudarão neste processo. 

Estes têm a função de deixar o método de precificação mais justo, sem dores de cabeça e sem comprometer o seu rendimento, veja mais sobre eles a seguir. 

Compra de mercadorias

Este é o primeiro passo no momento do cálculo, pois, para que uma empresa venda algo ou forneça o serviço, é fundamental ter as mercadorias para a produção. 

Por isso, calcule o seguinte: você comprará X quantidade de produto por determinado preço. Assim, o cálculo necessário é: X quantidade * Valor de cada um = Preço total gasto por mês com aquele produto.

Despesas

Uma empresa pode ter muitas despesas para o seu funcionamento, desde gastos com a estrutura, como os aluguéis, até contas de água e luz que precisam ser pagas. 

Por este motivo, faça o cálculo para abranger o valor das suas despesas, por exemplo: some valores de custos como aluguel, contas gerais, gastos com manutenção, e outros. Tenha esses valores mapeados, pois, além de permitir o cálculo de lucro líquido da empresa, eles serão considerados na precificação, tornando mais fácil a prevenção de prejuízos decorrentes do déficit nos valores de vendas dos produtos.

Lucro desejado

Além dos pontos já abordados aqui, outro item a ser considerado na precificação dos produtos é o quanto a empresa deseja lucrar. Para isso, é determinado um valor, geralmente em porcentagem, e este é considerado no momento do cálculo.

Por exemplo, se com determinado produto você deseja lucrar um valor X, devem ser somadas as despesas da empresa + quanto você deseja ganhar para que assim você possa determinar o valor do produto. 

Preço final 

Agora que você já sabe quais são as suas despesas e qual é o custo real do seu produto, é hora de calcular o preço final. 

Para passar por este processo você deve dividir o valor do faturamento mensal, que foi calculado anteriormente pelos produtos ou serviços que você precisa realizar naquele mês. 

Para exemplificar, suponhamos que você precisa ter por mês R$3.000,00 de lucro geral, somando despesas, lucro estimado e outros itens citados e tem 300 unidades de determinado produto para vender. 

O cálculo de precificação que deve ser feito é dividir R$3.000,00 por 300. Este cálculo resulta que cada produto deve ser vendido a R$100,00, para que gere lucro adequado para a sua empresa e ainda represente um preço justo para o consumidor final.

Vantagens de fazer a precificação correta

É possível encontrar empreendedores que não consideram importante realizar os cálculos de precificação para o seu produto, mas para que isso caia por terra, veja a seguir a importância de precificar da forma correta.

A precificação fornece embasamento para a elaboração de estratégias de competitividade.
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio A precificação fornece embasamento para a elaboração de estratégias de competitividade.

Definição de público-alvo

O público-alvo nada mais é do que do que a população que consumirá o que é vendido por você. 

Com uma boa precificação, você pode passar a determinar o seu público-alvo através dos perfis que estes estão dispostos a consumir. 

Competitividade frente a concorrência

No comércio a concorrência é fundamental para a movimentação do mercado. Com uma boa precificação, é correto afirmar que a sua empresa terá destaque em meio aos concorrentes, pois permite que você pratique preços competitivos sem que isso gere prejuízos à sua empresa. 

Além disso, o público poderá entender de fato que o valor que é praticado é correspondente ao valor que o produto realmente equivale. 

Maior confiabilidade 

Quando um cliente sabe que determinado produto é bom e que seu preço está de acordo, ele sente mais confiança em comprar dessa empresa e no que é vendido, desta forma o índice de vendas tende a subir.

Descontos

Todo cliente gosta muito de descontos, além disso, eles são uma excelente forma de chamar a atenção de quem está interessado. Porém, quando muitos descontos são dados, a empresa pode sofrer com a falta de lucro. 

Por isso, a precificação adequada é indispensável, pois fornece informações e valores concretos a partir dos quais você pode planejar e oferecer descontos que realmente são atrativos para o cliente, sem que haja o déficit não planejado dos gastos. 

Com precificação adequada o empreendedor pode planejar descontos e promoções de forma segura.
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Com precificação adequada o empreendedor pode planejar descontos e promoções de forma segura.

Melhor entendimento sobre o faturamento

A realização de precificação auxilia também no entendimento da forma correta como o faturamento da sua empresa ocorre, pois assim você sabe exatamente de onde sai o dinheiro para pagar as despesas e quanto você pode realmente obter de lucro, por exemplo. 

Com este maior entendimento, você pode se planejar melhor para os meses seguintes, ter maior controle das suas finanças e evitar surpresas desagradáveis como contas que não fecham e rendimentos aquém do esperado.

Controle no mês

Mesmo quando se trata de despesas domésticas, quando não temos um planejamento adequado, isto pode prejudicar de forma quase que absoluta o dinheiro ganho. 

Em uma empresa não é diferente e a precificação realizada de maneira acertada faz com que você consiga ter um controle maior do que é gasto e do que é ganho na sua empresa durante os meses, diminuindo a possibilidade de dívidas e facilitando o planejamento. 

Conclusão

No texto de hoje conversamos sobre o processo de precificação, o que é isso, o que é preciso levar em consideração, quais fórmulas devem ser utilizadas para executar adequadamente este processo e quais as vantagens de realizá-lo. 

É importante lembrar que, para que uma empresa, seja de prestação de serviços, seja de vendas ou industrial,  atinja o sucesso, é necessário ter uma boa organização financeira, onde a precificação se torna o primeiro passo para alcançá-lo. 

Gostou do texto de hoje? Continue acompanhando o blog FoxManager e se mantenha por dentro das novidades no mundo corporativo.

Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco através das nossas mídias sociais ou através da nossa página de suporte. Até a nossa próxima conversa!

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade