fbpx

Finanças

PIX: como irá funcionar a nova forma de pagamento

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 05/10/2020
PIX: como irá funcionar a nova forma de pagamento

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Já imaginou fazer transações bancárias, como saques e transferências sem precisar pagar nenhuma taxa por isso? 

O que por muitos anos pareceu um sonho impossível tem nome e acaba de se transformar em realidade: PIX

O novo sistema de pagamentos digitais do Banco Central é pautado na evolução tecnológica e tem o objetivo de proporcionar uma democratização financeira.

Além de preencher as lacunas existentes nos modelos atuais como DOCs e TEDs.

A novidade já tem data para começar a funcionar: 16 de novembro. Muitos bancos e fintechs já ofereceram pré-cadastramento na ferramenta a seus clientes. 

O Banco Central registrou mais de 1 milhão de pedidos de cadastro de chave de segurança neste dia 5 outubro.

Projeto do PIX foi encabeçado pelo Banco Central do Brasil
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio Projeto do PIX foi encabeçado pelo Banco Central do Brasil

O sistema é completamente digital e estará disponível para uso tanto de pessoas físicas como de pessoas jurídicas. 

Com o PIX, estima-se que os bancos devem perder cerca de R$ 19 bilhões por ano, valor arrecadado em taxas de teds e docs, tarifas de boleto, saques em caixas eletrônicos e taxas de maquininhas. 

O que é o PIX?

É um novo meio de pagamento criado pelo Banco Central com o objetivo de facilitar transações bancárias como pagamentos e transferências.

Não será mais preciso informar uma dúzia de dados na hora de receber uma movimentação bancária. Basta enviar um QR Code ou informar a “chave” que está ligada à sua conta e pronto.

O PIX funcionará sete dias por semana e 24 horas por dia
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio O PIX funcionará sete dias por semana e 24 horas por dia

O dinheiro é transferido sem dores de cabeça. Nada de informar número do banco, da agência, conta, dígito, CPF… 

Como funciona? 

Basta cadastrar uma “chave” que ficará vinculada à sua conta. Essa chave pode ser o seu CPF/CNPJ, o seu email, o seu número de celular ou todas elas.

Caso não queira utilizar nenhuma dessas opções, o PIX também dá a possibilidade de criação de uma “chave aleatória”, composta por uma sequência única de números e letras.

Pessoas físicas poderão cadastrar até cinco chaves pix por conta bancária. Já pessoas jurídicas podem vincular até 20 chaves por conta. 

Mas atenção: cada chave só pode ser vinculada a uma conta. 

Vantagens de usar o PIX

A primeira vantagem que o PIX oferece é estar disponível 24h, inclusive, finais de semana e feriados. Assim, ele resolve um grande inconveniente de DOCs e TEDs. 

Também será possível agendar os pagamentos. No entanto, essa função ainda é limitada para agendamento para o dia seguinte até às 23h30. 

Outra vantagem tão boa – ou melhor – que a primeira é: os usuários (Pessoa Física) poderão fazer transações entre diferentes instituições bancárias de forma gratuita.

Para as empresas serão cobradas taxas, no entanto, estas serão menores 

do que de outros meios de pagamento.

O Nubank, por exemplo, oferece o PIX de forma gratuita também para os clientes que são Pessoa Jurídica. 

Além disso, as movimentações serão instantâneas – em até 10 segundos. Aumentando a rapidez para obtenção dos dados pelas empresas. 

Será muito mais prático identificar se um pagamento foi realizado ou não. Agilizando diversas operações, como por exemplo as de compra e venda. 

Outra vantagem é a seguinte: não será necessário baixar outro aplicativo para utilizar o PIX. As transações acontecem no próprio aplicativo do banco que você já utiliza. 

Segurança

A segurança do Sistema foi um tema de principal importância para o Banco Central. 

As transferências via PIX terão o mesmo grau de segurança já existentes para as modalidades TED e DOC, como autenticação e criptografia.

A segurança das operações financeiras foi uma das maiores preocupações no desenvolvimento do PIX
Redação FoxManager | Blog FoxManager | Conteúdo relevante e dicas para a gestão do seu negócio A segurança das operações financeiras foi uma das maiores preocupações no desenvolvimento do PIX

Todas as informações pessoais estão protegidas pela lei de sigilo bancário e pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Para pessoas físicas e jurídicas

Além de facilitar transferências entre pessoas físicas, o PIX também beneficiará empresas e até o recolhimento de impostos e taxas de serviços.

A conveniência do PIX atende de micro a grandes empresários, retirando mais um obstáculo à sua receita: a falta de uma maquininha de cartão.

Também será possível receber imediatamente, fazer uma melhor controle do estoque e reduzir o prazo de envio dos produtos aos clientes. 

Além do e-commerce, estabelecimentos físicos também serão beneficiados. Compra e venda podem ser realizados utilizando apenas os celulares. 

Basta escanear um QR Code para realizar o pagamento de uma compra através do PIX, ao invés de utilizar dinheiro ou cartões de crédito/débito. Desde que o cliente tenha acesso à internet. 

Caso não esteja com internet, o Banco Central também pensou em uma solução!

O cliente escaneia o QR Code da loja e seu aplicativo gera um novo código, o chamado QR Code de pagador. O lojista então escaneia esse código gerado pelo cliente para concretizar a compra.

Concorrência

O formato poderá ser adotado não apenas por bancos, mas também por outros Provedores de Serviços de Pagamento (PSPs), o que gera competitividade no mercado.

Cerca de 980 instituições já estão em processo de adesão ao PIX, 34 de forma obrigatória e 946 de forma facultativa.

Pandemia

Em resumo, o PIX surge num contexto ideal de diminuição da cédula e contato com dispositivos alheios. 

Toda a transação é feita do aparelho da própria pessoa, diminuindo a exposição a outras superfícies. 

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade