Contabilidade

MEI pode sim usar contador para poupar dinheiro

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 06/12/2019
MEI pode sim usar contador para poupar dinheiro

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Muito embora sejam dispensados de uma série de obrigações tributárias normais para outros tipos de formatos jurídicos, quem é MEI também precisa fazer uso dos serviços de um contador para procedimentos mais complexos.

A prestação de serviços de contabilidade para os chamados Microempreendedores Individuais (MEI) tem agora uma demanda em alta pelo crescente número de MEI surgidos no país.

Cada vez mais brasileiros optam por não esperar aquela chamada da entrevista de emprego e apostam em um negócio próprio para ser patrão de si mesmo.

Precisa fazer a gestão integrada do seu negócio? Use a tecnologia do sistema ERP online para lhe ajudar!

Essa determinação própria é causada principalmente pela instabilidade econômica que o país atravessa nos últimos anos.

Entretanto, muitos MEI não creem na necessidade de contar com serviços de um contador. Mas isso é muito mais por desconhecimento do que um contador faz.

Parte importante da economia nacional

E se não há vagas para mais de dez milhões de desempregados no país, a necessidade de empreender torna-se urgente. E não há absolutamente nada errado nisso!

De acordo com dados divulgados pelo Governo Federal, o número de cadastros de MEI aumentou em 120% nos últimos cinco anos.

Ou seja, somente em 2019 os microempreendedores individuais já somam mais de oito milhões, como divulgou o Portal do Empreendedor em março desse ano.

Situação do MEI

O Microempreendedor Individual, conhecido popularmente como MEI é uma categoria de profissional autônomo que possui sua atividade laboral legalizada com pleno gozo de diversos benefícios introduzidos pela Lei Complementar 128/08.

Muitos desses microempresários saíram da informalidade e passaram a contar com uma rede de proteção maior ao migrar para a legalidade de seus negócios.

Para ser enquadrado como MEI é necessária uma renda bruta por ano de até R$ 81 mil, ter apenas um funcionário e não possuir sócio.

Contador poupa tempo e dinheiro

Certamente que contar com o serviço de contabilidade adequado para suas necessidades pode poupar tempo e dinheiro do MEI.

Enquanto isso, caso ele não esteja atento, pode acabar sendo tributado em todo valor que ultrapasse 32% do faturamento.

Pois agora imagine ter que pagar tributos na maior parte de seus rendimentos mensais quando você poderia ter uma fatia menor de lucro livre de impostos?

Supondo que em um borderô mensal de notas você tenha lançado R$8.000, apenas R$2.560 estarão livres de tributos, enquanto a maior parte, R$5.350 está sujeita ao recolhimento de 27,50% de tributação.

Logo, o contador poupou o MEI de pagar além do que era realmente necessário. Isso acontece porque o contador tem as informações necessárias e conhecimento tributário que permite ao MEI alcançar sempre além.

Posteriormente, se o MEI tem uma meta bem definida do que quer e deseja melhorar ainda mais seus rendimentos devem contar com  o auxílio de um contador profissional.

MEI não é obrigado mas, é melhor contar com um contador

Portanto, ainda que a lei que regula o MEI não obrigue em momento algum a contratação dos serviços de um contador ele pode ser muito útil na vida do empresário.

Todavia essa cultura do MEI de não contar com serviços contábeis esteja na própria natureza do enquadramento da atividade.

Uma vez que ele tem o imposto recolhido mensalmente a partir de declaração de seu faturamento por meio do Simples Nacional.

Assim como qualquer outro empreendimento, o MEI precisa estar com sua saúde financeira em dia para continuar existindo. E quando maior for a sua organização em relação a área contábil, melhor.

O profissional contábil

O contador tem como função primordial criar os alicerces necessários para ajudar as microempresas a cumprirem suas metas e objetivos.

Por meio do contador o MEI pode compreender melhor sobre seus ganhos e se projetar melhor para o futuro. Quem até mesmo expandir e ser enquadrado em outra categoria.

Se for o caso do MEI não souber exatamente o que está fazendo de errado ele pode, e deve contar com as orientações profissionais de um contador. E isso também serve para casos de elaboração e emissão de relatórios.

Então, encare o contador como um consultor sobre negócios que sempre trará orientações de como agir frente a burocracia.

Além disso, um escritório contábil pode permitir que você aumente seu lucro ao impedir que você pague mais em impostos e tributos do que você realmente precisa.

Gestão empresarial com ERP

Se você deseja ter maior controle sobre suas finanças e parte contábil de sua microempresa, pode contratar o serviço de ERP online FoxManager.

O ERP é um instrumento de gestão que auxilia o MEI na parte de loja, faturamento, serviços, financeiro, estoque, contabilidade área fiscal.

Mais que isso, se você tiver dificuldade em montar planilhas de custo, por exemplo, o FoxManager traz uma série de facilidades para o microempreendedor se concentrar naquilo que realmente importa, seu negócio.

Dica de gestão: É fundamental fazer o controle contábil, fiscal, financeiro, de estoque, emitir notas fiscais etc. Existe um sistema que pode lhe ajudar a fazer tudo isso.

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade