fbpx

Administração

MEI, EI, ME - Segmentos promissores para pequenos novos negócios em 2020

Redação FoxManager
Escrito por Redação FoxManager em 05/02/2020
MEI, EI, ME - Segmentos promissores para pequenos novos negócios em 2020

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Mesmo com um cenário econômico de recentes momentos de turbulência e os desafios tributários e burocráticos – que interferem na realidade do empreendedorismo no Brasil -,  as perspectivas para pequenos novos negócios são positivas. É possível investir em um CNPJ e abrir empresa em 2020.

Por isso, além de indicar dicas de tipos de empresas que podem ser criadas (veja no artigo Negócios lucrativos para abrir em 2020; veja sugestões), vamos listar aqui alguns segmentos que são promissores para quem deseja começar seu negócio próprio neste ano. 

Vai abrir uma empresa? Atenção!

Primeiramente vamos destacar algumas necessidades para quem quer abrir empresa em 2020.

Entenda que pode até parecer redundante, mas antes de seguir o impulso de empreender é preciso planejar (e muito) cada passo a ser dado. 

Por isso, entre as dicas que devem ser destacadas estão:

Certamente, do tipo de negócio, sua empresa poderá sofrer influências da nova Lei de Liberdade Econômica, que desburocratizou alguns tipos de atividades e deixou de exigir alvarás de funcionamento, por exemplo. 

Atenção! Precisa otimizar a gestão de sua empresa? Sistem ERP online grátis é a melhor opção. Conheça!

Desta maneira, vale buscar conhecimentos e saber bem sobre qual será o tipo de negócio a ser aberto, a tributação, regras e leis relacionadas. 

Segmentos promissores para 2020

Da mesma forma vamos abordar diretamente sobre o assunto proposto neste post.  O Sebrae divulgou dados sobre o estudo intitulado  “Negócios Promissores em 2020”. 

De acordo com o Sebrae, empresas e pequenos negócios voltados ao atendimento do mercado interno são os que devem ser mais beneficiados.

“Agora, em 2020, com a retomada da economia e o aumento da confiança de consumidores e empresas, estamos caminhando para o fortalecimento dos negócios mais voltados ao atendimento do consumo de bens e serviços associados às necessidades básicas da população, como: gastos com alimentação, moradia, restaurantes e serviços pessoais”, comenta o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Então, confira agora a lista de segmentos de negócios promissores para 2020:

  • Serviços pessoais (cabelereiro, manicure, estética e beleza);
  • Serviços prestados às empresas (administração, vendas, serv. jurídicos e org. de feiras);
  • Serviços de saúde, educação e transporte (cuidadores, clínicas, ensino superior, treinamento e transporte carga/passageiro);
  • Serviços de informática e comunicação (serv. internet, desenvolvimento de programas, reparação de equipamentos de comunicação);
  • Bens e serviços voltados para o atendimento das necessidades básicas da população (comércio de alimentos, pratos prontos);
  • Construção (manutenção/reparação de moradias, edificações, comércio de material de construção e serviços especializados);
  • Produtores rurais (p.ex. milho, soja e algodão) e atividades de apoio à agropecuária;
  • Pequeno comércio do interior, próximo às grandes áreas produtoras da agropecuária;
  • MPE que exportam para os EUA e Leste.

Em resumo, os dados do estudo levaram em conta o cruzamento e análise de um conjunto de dados do FMI, Banco Central e Ministério da Economia.

Nota fiscal, ordem de serviço, boletos, controle de estoque, PDV, CRM, contabilidade, controle fiscal e financeiro em um só sistema. Saiba mais sobre o software ERP.  

Ei! Comente.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade