O que é fluxo de caixa?

agosto 1, 2018

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos com prioridade

Financeiro

Saber o que é fluxo de caixa é ser capaz de ter uma noção geral do cenário financeiro da empresa, e não manter o foco somente nos recebimentos.

Dessa forma, você corre menos riscos de ter uma visão distorcida sobre a real situação do seu negócio e passa a organizá-lo melhor.

Então, descubra agora mesmo o que é fluxo de caixa e como ele pode ser suficiente para ajudar você a manter o controle do seu empreendimento.

Vamos lá?

Fluxo de caixa: o que é

O fluxo de caixa funciona é uma ferramenta para análise de toda a movimentação financeira da sua empresa em um espaço determinado de tempo.

Tem como objetivo apurar os valores de saldos disponíveis no caixa e prever os saldos futuros, a fim de manter sempre um capital de giro disponível para as mais diversas situações.

O controle do fluxo de caixa pode acontecer no dia-a-dia, de forma semanal ou até mensal, de acordo com as necessidades da empresa.

Para este registro é preciso ter em mãos todos os dados sobre qualquer movimentação financeira referente a entrada e saída de dinheiro, junto com os registros dessa ação, como boletos e comprovantes. Devem ser incluídas todas as movimentações, inclusive as de valores pequenos e parceladas para que a análise seja exata.

Esse levantamento para o fluxo de caixa é uma ação indispensável, para que sua empresa tenha uma base para sua gestão financeira.

Quando você realiza o fluxo de caixa de forma periódica, você consegue ter uma visão mais ampla e real de como estão indo os seus negócios naquele momento, dando um melhor direcionamento futuro e consegue identificar se suas ações, como alguma parceria ou novo contrato por exemplo, tiveram bons resultados.

A falta de controle no fluxo de caixa pode levar as empresas a assinarem contratos ruins e ficar com parcerias pouco rentáveis por anos por exemplo, além de perderem dinheiro por não terem um controle real sobre os lucros da empresa.

Benefícios do fluxo de caixa

Você já deve ter percebido que o controle de fluxo de caixa é uma atividade vital em qualquer empresa e que só favorece o seu negócio.

São vários os benefícios proporcionados em manter um fluxo de caixa estruturado. Veremos alguns.

– Planejamento

Um dos principais benefícios do fluxo de caixa é o planejamento final de contas, despesas e investimentos.

Isso acontece porque com esse controle, você consegue avaliar melhor as decisões que foram tomadas e avaliar os recursos para que as decisões futuras sejam mais acertadas.

O fluxo de caixa abre a possibilidade de você começar a investir em novas possibilidades com menos riscos e também a ter uma noção concreta de como serão os próximos meses.

– Recebidos

Com o fluxo de caixa, você consegue identificar quais produtos e serviços estão tendo maior demanda e rentabilidade e poderá definir sua próxima estratégia para crescimento de vendas com base nessas informações, investindo no marketing dos produtos mais vendidos por exemplo, e eliminando se necessário aquele que não tem a procura estimada.

Dessa forma, você consegue avaliar melhor todos os produtos e serviços e planejar ações para melhorar esse negócio.

– Gastos  

Quando você tem um controle sobre as entradas e saídas de dinheiro da sua empresa, você consegue avaliar melhor os gastos desnecessários e eliminá-los, destinando os recursos aos itens essenciais para o sucesso do negócio.

Além disso, você consegue antecipar algumas decisões referentes a falta de dinheiro e se programar a fim de evitar o declínio dos negócios.

– Empréstimos

Muitas empresas usam o fluxo de caixa como um método de avaliar o melhor momento para solicitar um empréstimo para um investimento específico ou mesmo para superar um momento de crise.

Isso funciona porque com uma análise detalhada do caixa da empresa é possível realizar planejamentos a longo prazo.

Como fazer o fluxo de caixa?

Fazer o fluxo de caixa não é tão difícil, mas requer atenção e cuidado.

Para começar você deve ter o total do saldo disponível em espécie, bancos e afins. Depois é só adicionar as receitas e diminuir as despesas, resultando assim no fluxo de caixa livre, ou seja, total de recursos disponíveis para uso.

Isso significa anotar ou fazer planilhas todos os pagamentos, como aluguéis, salários e impostos, bem como todos os recebimentos

Para a previsão dos meses futuros, podem ser adicionados os valores de venda e compras a prazo, cheques, duplicatas e afins, para que possam ser apuradas as estimativas.

Para facilitar essa tarefa diária, siga sempre alguns passos simples:

  • Anote despesas diariamente, mesmo que seja a compra de um martelo ou fita isolante;
  • Sempre tenha a previsão dos pagamentos e evite pagar juros com contas vencidas;
  • Faça uma análise diária do valor de entrada e saída da empresa;
  • Estude contratos e investimentos antes de tomar qualquer decisão;
  • Tenha um fundo de reserva para despesas não planejadas, para evitar uma conta de longo prazo (parcelada).

No início, pode ser um pouco mais complicado devido aos inúmeros boletos, pagamentos e coisas do tipo, número de clientes para recebimento de honorários e afins, porém podem ser encontradas na internet planilhas modelos, bem como há sistemas de gestão financeira simples e baratos que já trazem vários tipos de demonstrativos finais para análise.  

Entretanto, escolha sempre um período fechado para facilitar as contas e tenha em mente que essa é a melhor opção para o seu empreendimento realmente funcionar e você enxergar a real situação financeira da sua empresa.

Na dúvida, procure por um profissional de contabilidade, para facilitar os primeiros passos.

Conclusão  

Agora que você já sabe o que é fluxo de caixa e tem dicas simples para ter seus controles financeiros da empresa, de receitas e despesas de forma fácil, pode começar a controlar com eficiência suas movimentações.

A ideia de estruturar o fluxo de caixa para ter um domínio da gestão financeira é facilitar o seu dia-a-dia e garantir que você tenha os dados necessários para tomar as melhores decisões para a empresa, de acordo com o acompanhamento do caixa da empresa.

Por isso, não deixe para depois e comece a fazer o fluxo de caixa da sua empresa agora mesmo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Existem vários tipos de Nota Fiscal Eletrônica que podem ser emitidos em empresas
Nota fiscal de entrada: Empresários devem saber o que é e quando emitir

Existem vários tipos de notas fiscais, mas uma delas em específico gera muitas dúvidas ao empresário: a nota fiscal de entrada..

fgts
Dissídio coletivo: Veja como calcular reajustes  

Os empregadores de qualquer empresa têm várias obrigações, garantidas por lei, para com seus empregados. Uma delas é o chamado dissídio coletivo, que garante reajustes nos salários. Para evitar problemas com a Justiça do Trabalho, empresári..

Contabilidade
Capital de giro para empresas: O que é, como calcular e gerir?

O capital de giro garante o pagamento de despesas e a saúde financeira de micro, pequenas ou grandes empresas. Abaixo seguem dicas úteis sobre o assunto imprescindível para quem é empresário, ou pretende se tornar um. Ao se falar sobre capital d..

Tags

Facebook Page